Notícias

Aceda aqui às últimas notícias sobre as atividades da Área Social e de Desenvolvimento da Fundação Eugénio de Almeida, no âmbito do Voluntariado

Instituições de Évora recebem 2000 kg de laranjas colhidas por Voluntários

FEA capacitou e sensibilizou alunos do ensino secundário, para o Voluntariado

10 anos de Inovação Social no Programa de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida

FEA participou na Feira de Saberes e Fazeres da UREP- Unidade de Rede de Envelhecimento Positivo.

FEA ajudou a criar Super Voluntários na EvoraZania 2018

Fundação Eugénio de Almeida vai participar na Caminhada Social que terá lugar no dia 20 de setembro 2018

BANCO DE VOLUNTARIADO CHEGA ÀS 500 OPORTUNIDADES DE VOLUNTARIADO!

Bolsa Dedicada de Voluntariado na ECCI24

Fundação Eugénio de Almeida homenageou Elza Chambel

Elza Chambel foi Presidente do Conselho Nacional para Promoção do Voluntariado entre 2006 e 2015

Fundação Eugénio de Almeida debate Voluntariado

Casarão - Casa Pastoral Universitária de Évora

Área Social da FEA acolhe visita do CLDS-3G Forti(ficar) Marvão

VI Encontro de Voluntariado e Juventude

Instituições de Évora recebem 600 kg de laranjas colhidas por Voluntários

Notícia

Mais 50 jovens receberam formação em Voluntariado!

Notícia

Ação de Voluntariado Ambiental

No dia 24 janeiro, a Fundação Eugénio de Almeida promoveu uma Ação de Voluntariado Ambiental, na qual participaram 85 voluntários, tendo sido plantados 800 sobreiros!

Fundação Eugénio de Almeida promove iniciativa para promoção do Voluntariado Ambiental

V Encontro de Voluntariado e Juventude

Cuidar no domicílio: novos desafios

Fundação Eugénio de Almeida promove Ação de Sensibilização Ambiental

Problemas Sociais Contemporâneos

Visita Solidária à Liga Portuguesa Contra o Cancro

Voluntariado e Património Cultural discutido em Évora

Fundação Eugénio de Almeida promove educação para o voluntariado

Roteiro Conhecer para Atuar dá a conhecer aos Voluntários várias organizações sociais de Évora

1º Congresso Internacional de Redes Sociais: Call for Papers – Redes e Voluntariado

Colheita Solidária de Laranjas

Voluntariado Cultural na Fundação Eugénio de Almeida! Venha fazer parte desta Equipa!

Voluntariado Cultural na Fundação Eugénio de Almeida! Venha fazer parte desta Equipa!

Encontros Temáticos Mais Saber: morte e cuidados paliativos

IV Encontro de Voluntariado e Juventude

180 jovens participaram no IV Encontro de Voluntariado e Juventude

Selo de Qualidade em Voluntariado

Colheita Solidária de Laranjas

+Proximidade levou à comunidade ação educativa e solidária

Programa +Proximidade

Fundação Eugénio de Almeida realizou a VI Cerimónia de Reconhecimento aos Voluntários

Dia Internacional dos Voluntários

Ação Solidária na Escola da Malagueira

Dia Internacional dos Voluntários

30º Aniversário de Évora Património da Humanidade | 15º Aniversário Programa Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida

Fundação Eugénio de Almeida associa simbolismo da ação voluntária aos 30 anos de Évora Património da Humanidade

Voluntários Culturais visitam projetos de referência em Lisboa

Capacitação do voluntariado cultural

Juventude e voluntariado na agenda das escolas eborenses

140 jovens participaram em ação de sensibilização para o voluntariado

Voluntariado de Proximidade - O meu caminho nos caminhos do bairro

Fundação Eugénio de Almeida Comemorou Dia Internacional dos Voluntários

Mais de 3 dezenas de jovens colaboraram em ação solidária em voluntariado desportivo.

Fundação Eugénio de Almeida foi entidade parceira no Prémio Voluntariado Jovem Montepio 2015

Voluntariado foi ao 51º Aniversário das Piscinas de Évora

Iniciativa Conhecer para Atuar levou voluntários ao Centro de Convívio da Câmara Municipal de Évora

Voluntário da FEA visitam projetos de Voluntariado Social em Lisboa

3ª Colheita Solidária de Laranjas para Instituições Sociais de Évora

3ª Colheita Solidária de Laranjas para Instituições Sociais de Évora

 Seiscentos Kilos de laranja foi o resultado da ação solidária “Apanha de Laranjas para Instituições Sociais de Évora”, uma iniciativa promovida pelo grupo de voluntários da Fundação Eugénio de Almeida, com a colaboração da Câmara Municipal de Évora, que teve lugar no dia 5 Fevereiro, na Horta das Laranjeiras. 

A atividade partiu de um desafio lançado aos voluntários e constou da recolha de laranjas para oferta a instituições sociais de Évora. A ação contou com a participação de mais de uma dezena de voluntários que, durante um dia, arregaçaram as mangas, subiram escadotes e colheram um total de 30 caixas de laranjas, somando perto de 600 kg.    

As instituições beneficiadas foram a Associação Pão e Paz, a Associação Chão dos Meninos, o Lar de Santa Helena, o Lar dos Pinheiros, a Casa Pia de Évora, o Centro de Jovens da ADBES, o Centro de Convívio para Idosos e Reformados da Rua do Fragoso, e o Grupo de Caminheiros de Évora. Por parte das várias organizações houve palavras de agradecimento e reconhecimento do trabalho realizado pelos voluntários de proximidade. 

A dinamização de ações solidárias tem sido uma prática regular do projeto de Voluntariado de Proximidade, que abrange várias freguesias urbanas da cidade de Évora. Este Projeto, liderado pela Fundação Eugénio de Almeida, conta com uma rede de instituições e cerca de 300 voluntários, que, juntos, desenvolvem atividades e prestam apoios a pessoas e intuições na procura de tentar minimizar os problemas sociais, em particular no período de difícil conjuntura económica e social que o país atravessa. 

Para quem quiser saber mais sobre o projeto de Voluntariado de Proximidade, convidamo-lo (a) a participar na sessão de esclarecimento que tem lugar amanhã, 07 de fevereiro 2013, entre as 18H00 e as 20H00 no Pátio de S. Miguel.

Aqui ficam as fotos desta ação:
\"\" \"\" \"\"
\"\" \"\" \"\"



\"\" \"\"
\"\" \"\"



Conhecer para Atuar: Visita à Associação MetAlentejo

Divulgação do Voluntariado de Proximidade nas Piscinas Municipais de Évora

Voluntários de Proximidade visitam Cáritas Diocesana de Évora, em mais uma atividade Conhecer para Atuar

Fundação Eugénio de Almeida lança projeto piloto Voluntariado + Inclusivo

Conhecer para atuar no Bairro da Senhora da Saúde

No âmbito do Projeto de Voluntariado de Proximidade, realizou-se na passada sexta-feira dia 12 de Setembro mais uma visita da atividade Conhecer para atuar! 

A convite da Fundação Eugénio de Almeida, a voluntária Manuela Oliveira dinamizou uma visita ao Bairro Senhora da Saúde, tendo sido ainda promovida a interação com os moradores mais antigos deste bairro, através da Associação de Idosos e Reformados da Senhora da Saúde (ARPIFSS).

Com o objetivo de proporcionar aos Voluntários de Proximidade um conhecimento mais aprofundado sobre a realidade social, histórica e geográfica do território onde atuam, esta visita iniciou-se na ARPIFSS com uma breve apresentação sobre a identidade e o crescimento da cidade de Évora extramuros e sobre a história do Bairro da Senhora da Saúde. 

Esta apresentação foi enriquecida com o testemunho presencial de idosos sobre a sua vivência no bairro ao longo de mais de 60 anos, uma vez que muitos destes aqui habitam desde os seus 16 anos. Segundo a Voluntária Manuela Oliveira, esta participação foi muito interessante, uma vez que “os utentes do Centro acrescentaram muitos pormenores, detalhes tão interessantes como a utilização de prisioneiros na construção dos arruamentos da zona ou a dificuldade de se instalarem as infraestruturas nas habitações – águas, esgotos e eletricidade”. 

Durante a visita alguns idosos acompanharam os Voluntários ao Poço de Entre Vinhas, poço que dava nome ao Bairro hoje denominado de Senhora da Saúde. A visita seguiu-se pela zona da Nau, Bº do Chafariz D’El Rei, Cantinho de Nª Senhora das Graças, com passagem pela Ecopista, Bairro Garcia de Resende e de novo Poço de Entre Vinhas.

Esta visita contribuiu para aproximar os Voluntários da realidade do bairro, sendo uma oportunidade para que os Voluntários interajam entre si, conheçam o contexto sociocultural envolvente, contribuindo para uma melhor ação dos Núcleos de Voluntariado de Proximidade. Segundo alguns voluntários, “tratou-se, com efeito, de uma excelente forma de nos aproximarmos de uma realidade sócio-geográfica que, embora fisicamente próxima, quase sempre está muito longe de ser bem conhecida”.

Évora: Voluntários de Proximidade comemoram Dia Internacional de Avós e Netos na Senhora da Saúde!

O projeto de Voluntariado de Proximidade da Fundação Eugénio de Almeida comemorou o Dia Internacional dos Avós num encontro comunitário que teve lugar no passado dia 25 de julho no Largo Principal do Bairro da Senhora da Saúde.

A iniciativa teve como principal objetivo envolver as pessoas do bairro numa atividade comunitária, reforçando assim as relações de proximidade individual, bem como coletiva, através da participação das organizações que atuam na freguesia da Senhora da Saúde.

Participaram no encontro mais de 70 pessoas, entre as quais voluntários, residentes seniores e seus netos e representantes de organizações sociais, entre outros. A ação contou ainda com a presença de jovens voluntários da Sérvia, Rússia, Polónia, Turquia, Espanha, México e Coreia do Sul que se encontram a participar num campo de trabalho internacional promovido pela associação Évorajovem/Clube de Volei.

O encontro contou com atividades de grupo, com a atuação do grupo coral da ARPIE e da Casa de Fados Maria Severa, culminado num lanche comunitário. A Associação Coração Delta assinalou também a sua presença no evento contribuindo com a oferta do bolo comemorativo do Dia dos Avós.

A iniciativa revelou-se bastante positiva tendo contribuído para promover os valores de cidadania ativa e de pertença sociocultural, fortalecer as relações afetivas entre os participantes e fomentar o convívio intergeracional, aproximando e permitindo a transmissão de conhecimentos entre gerações.



Realizadas mais de 50 edições dos Desafios do Voluntariado nos últimos 6 anos!

Desafios do Voluntariado é uma iniciativa da Fundação Eugénio de Almeida que consiste na realização de encontros de voluntários, técnicos e publico em geral, para o debate informal de temas que se relacionam com o Voluntariado de Proximidade.

Desde 2006 que a Fundação promove 4 Núcleos de Voluntariado de Proximidade (NVP’S) na cidade de Évora com o objetivo de dar respostas em regime de Voluntariado, complementares às dos serviços técnicos, de instituições públicas ou privadas, melhorando a qualidade de vida de idosos, jovens e crianças, através de um apoio personalizado, integrado e qualificado.

Neste contexto, os Desafios do Voluntariado são espaços de debate e reflexão criados para que voluntários possam partilhar ideias e experiências sobre temas relacionados com a prática do voluntariado no dia-a-dia, numa perspetiva de entreajuda, troca e transmissão de conhecimentos.

Nos últimos 6 anos (2008-2014) foram realizados mais de 50 encontros com temas tão distintos como ética em voluntariado, voluntariado em saúde mental ou voluntariado cultural, mas também temas diretamente relacionados com a ação dos voluntários como testemunhos de voluntariado, o acompanhamento dos voluntários na ação ou dinâmicas do voluntariado de proximidade. No total, participaram mais de 750 pessoas nestes encontros.

Estes encontros, com periodicidade mensal, têm também a particularidade de decorrerem nas instalações de diferentes parceiros destes Núcleos, possibilitando assim que voluntários e organizações se conheçam melhor, conheçam melhor os diferentes territórios e aprofundem contactos com beneficiários e comunidade local. 

Os Desafios do Voluntariado são dinamizados pela equipa técnica da Fundação Eugénio de Almeida ou por especialistas convidados para apresentar e dinamizar o debate sobre determinados temas.

Os NVPS já apoiaram mais de 200 famílias e pessoas, tendo envolvido mais de 400 voluntários nesta atividade do projeto.

\"\"


\"\"

Fundação Eugénio de Almeida faz o balanço de atividade do 1º semestre de 2014 do seu Programa de Voluntariado Cultural

Ver notícia e fotos AQUI

O Primeiro Encontro Nacional de Projetos de Voluntariado de Proximidade Reuniu em Évora 150 Técnicos e Voluntários de Todo o País


Nas palavras de Henrique Sim-Sim, coordenador do projeto de voluntariado da FEA \"o objetivo deste encontro foi repensar o voluntariado de proximidade em face das necessidades sociais emergentes\". Henrique Sim-Sim refere que este conceito já existe há muitos anos e foi aprofundado e sistematizado pela Fundação Eugénio de Almeida \"e o que agora pretendemos é repensar a intervenção\".

A abrir o evento, a Professora Maria Filomena Mendes, Presidente da Associação Portuguesa de Demografia fez uma conferência de enquadramento dedicada ao tema \"Nova Realidade Demográfica e Problemas Sociais Contemporâneos\".

Seguiu-se a apresentação de uma reportagem sobre o projeto de voluntariado de proximidade da Fundação Eugénio de Almeida e a apresentação de outros 6 projetos nacionais promovidos pela Casa do Voluntário da Madeira, pela Câmara Municipal de Aljustrel, pelo GASTagus, pela Câmara Municipal e a Santa Casa da Misericórdia da Amadora, pela Câmara Municipal de Matosinhos e a Câmara Municipal de Viana do Castelo.

Após o almoço houve ainda tempo para o debate e partilha de experiências, nos 4 grupos dedicados aos temas da Sustentabilidade e gestão técnica dos projetos, Comunicação e relação interinstitucional, Coordenação dos Voluntários e Práticas de Intervenção e Ser Voluntário de Proximidade.

(Mais fotos
AQUI)

\"\" \"\"

Voluntários culturais fazem a diferença no Fórum Eugénio de Almeida!


Estes Voluntários, inseridos num novo Projeto de Voluntariado Cultural da Fundação Eugénio de Almeida, assumem agora uma maior relevância e visibilidade ao prestar apoio na dinamização da exposição de media art denominada  INTER[IN]VENÇÃO, proveniente do conceituado Center of Art and Media Karlsruhe, ZKM, da Alemanha.

Nesta exposição, o conjunto de 14 Voluntários auxiliam a interpretação das várias obras de arte, explicam os conceitos que lhe deram origem e encaminham o visitante nesta descoberta artística, assumindo um papel fundamental na dinamização da exposição.

A Fundação Eugénio de Almeida, tendo em vista prestar o devido reconhecimento e assinalar a importância dos Voluntários e deste Projeto de Voluntariado Cultural para a concretização da sua missão, procedeu, no passado dia 20 de Janeiro, a um ato formal de assinatura dos Acordos de Voluntariado, no qual se reiterou junto dos Voluntários a importância que a Fundação atribui ao seu qualificado e generoso contributo.

\"\" \"\"

Voluntários levam cor à Associação de Idosos e Reformados da Vendinha


Um conjunto de 10 voluntários da Fundação Eugénio de Almeida e do Agrupamento Monte de Arraiolos realizaram mais uma ação solidária de requalificação de um espaço associativo, desta vez o Centro de Dia da Associação de Idosos e Reformados de São Vicente do Pigeiro (AIRSVP), na Vendinha.


Esta Associação encontra-se localizada numa típica aldeia alentejana, em contexto rural, algo isolada e com uma população muito envelhecida. O Centro de Dia, que apoia diariamente perto de 20 utentes, é também reflexo deste contexto e, por isso e respondendo a um desafio da sua responsável, Eliana Garcia, a FundaçãoEugénio de Almeida, a Câmara Municipal de Évora,  o Agrupamento MONTE - CLDS de Arraiolos e  também a APPACDM - CLDS de Évora , decidiram dar uma nova “cor” àquele espaço.

Aos Voluntários juntaram-se alguns técnicos, sócios e utentes, mobilizando-se para alegrar e tornar mais confortável algumas das salas do Centro de Dia, pintando paredes, construindo algumas telas em tecido com os utentes, redecorando e humanizando o espaço de entrada e a sala de centro de dia.

No final da ação houve ainda espaço para um lanche convívio entre voluntários, sócios, técnicos e utentes, trocando experiências, opiniões e sorrisos.
Foi um dia diferente no qual, Voluntariamente, se fez a diferença!

Antes:
\"\" \"\"
       
Depois:
\"\" \"\"

Fundação Eugénio de Almeida homenageou os seus voluntários no passado dia 5 de Dezembro

A Fundação Eugénio de Almeida celebrou o Dia Internacional dos Voluntários com uma cerimónia de reconhecimento aos seus Voluntários.

Foram 96 os voluntários que durante o ano de 2013 colaboraram nos diferentes projetos promovidos pela Fundação Eugénio de Almeida e que, por esse motivo, foram neste dia homenageados.

Fizeram-no em diferentes contextos: no apoio às famílias ou a idosos isolados através do Voluntariado de Proximidade, nas Ações Solidárias em casas de particulares ou em espaços públicos, em Ações de Sensibilização para o Voluntariado ou em Campanhas de Divulgação, até ao mais recente Projeto de Voluntariado Cultural.

Durante a cerimónia, que teve lugar no Fórum Eugénio de Almeida, houve lugar a um discurso proferido pela Dra. Maria do Céu Ramos, Secretária-Geral da Fundação Eugénio de Almeida (que pode ser lido
AQUI), seguido de uma atuação musical de Nuno Rainha e Luis Melro que animaram a plateia e arrancaram muitos sorrisos e palmas.

No final da noite foi oferecida a todos os presentes uma ceia convívio.

\"\"  \"\"

Dar a Volta à Picada: participação dos Voluntários de Proximidade no Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza

No âmbito das comemorações do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, dia 17 de Outubro, o Núcleo de Voluntariado de Proximidade da Malagueira da Fundação Eugénio de Almeida, em conjunto com a Câmara Municipal de Évora, a Habévora EM, a ADBES e a Cruz Vermelha Portuguesa, organizou uma ação de voluntariado que visou a sensibilização da comunidade local para o combate à pobreza.

Com esse objetivo, um conjunto de Voluntários, técnicos e moradores mobilizou-se para recuperar um dos pátios do Bairro Cruz da Picada.

O lema da ação foi “Dar a volta à Picada” e os trabalhos consistiram na pintura, embelezamento e na plantação dos vários canteiros que constituem aquele pequeno pátio, criando condições mais aprazíveis para a sua fruição, em concreto para os idosos e crianças que ali se cruzam diariamente.

Participaram 20 Voluntários nesta ação simbólica de comemoração do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, sendo a mesma percursora do desejo de todos em colaborar em novas iniciativas deste cariz, contribuindo para conservar e valorizar aquele bairro. 

Veja as imagens:


\"\"

\"\"

\"\"

\"\"

Voluntários do Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida e funcionários da Junta de Freguesia da Senhora da Saúde colaboram para reabilitar o Largo


Voluntários da Fundação Eugénio de Almeida e alunos do Curso de Jardinagem da EB 2/3 Conde de Vilalva juntaram-se para dar nova vida ao jardim do Lar dos Pinheiros em &Eacu

No dia 22 de Maio 2013 perto de 40 pessoas, Voluntários da Fundação Eugénio de Almeida e alunos do Curso de Jardinagem da EB 2/3 Conde de Vilalva juntaram-se para pintar e ajardinar os espaços exteriores do Lar dos Pinheiros, em Évora, criando assim melhores condições para uma melhor fruição pelos seus utentes!


Com um forte espirito de parceria e colaboração, várias entidades se envolveram para concretizar este objetivo, tendo participado a EB 2/3 Conde de Vilalva, a Fundação Eugénio de Almeida, a Câmara Municipal de Évora e o Núcleo Distrital da Segurança Social de Évora-Lar dos Pinheiros.


Durante todo o dia alunos, Voluntários, funcionários e utentes do Lar participaram ativamente nas várias atividades necessárias à remodelação do Jardim do Lar dos Pinheiros.

Foram limpos os espaços comuns, jardinados os canteiros, transplantadas várias plantas, limpas as árvores, pintados vários espaços comuns e criada uma pequena horta de cheiros com recurso à reutilização de paletas de madeira.

Os utentes do Lar deram o seu contributo, com a pintura de vários vasos nos quais se plantaram várias plantas, servindo estes vasos para enfeitar os espaços comuns agora revitalizados e mais atrativos!


Esta ação visou ainda o contato dos jovens estudantes com a prática de Voluntariado, através da realização conjunta de varias tarefas, bem como a promoção do encontro inter-geracional, tendo estes interagido com alguns dos idosos deste Lar.


Por último, estas ações apresentam-se também como iniciativas promotoras e fortalecedores da cidadania ativa, da amizade e são convívio entre todos os participantes.

O encontro realizado apresenta-se como mais uma das iniciativas desenvolvidas de prática de Voluntariado no espaço público, conferindo a ideia que com a pequena colaboração de cada um, se consegue transformar positivamente a nossa realidade!

Dentro em breve acontecerá uma nova iniciativa no dia 30 de Maio no Largo Principal da Senhora da Saúde, tendo em vista as comemorações do Dia da Boa Vizinhança. Ainda está a tempo de participar!

Acompanhe as atividades do Projeto de Voluntariado da Fundação em www.fundacaoeugeniodealmeida.pt/banco-voluntariado e siga-nos na página do facebook em www.facebook.com/BVFEA.

 

 

 

\"\"

\"\"

\"\"

\"\"

\"\"

\"\"

\"\"

\"\"

Beneficiários e Voluntários dos Núcleos de Voluntariado de Proximidade visitam em conjunto o Páteo do S. Miguel

A Fundação Eugénio de Almeida promoveu no passado dia 24 de Abril uma primeira visita guiada ao Pátio de S. Miguel dirigida aos idosos beneficiários do seu projeto de Voluntariado de Proximidade, que se encontram em situação de isolamento e solidão em grande parte dos seus dias.

Esta visita, apoiada pelos Voluntários deste projeto, teve como objetivo promover a socialização entre beneficiários, voluntários e equipa técnica da FEA, para além de dar a conhecer um edifício histórico de especial relevância patrimonial e artística.

O Páteo de S. Miguel foi recentemente requalificado pela Fundação Eugénio de Almeida, estando aberto à comunidade para fruição dos seus espaços e valências agora reabilitados.
Este encontro apresenta-se como uma das iniciativas a desenvolver futuramente tendo em vista combater o isolamento e fragilidade social em que algumas destas pessoas se encontram, proporcionando-lhes a sua integração na comunidade e o convívio com os seus pares e voluntários, através da ocupação dos seus tempos livres com qualidade.

Voluntários do Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida e Exército Português colaboram para ajudar Lar dos Pinheiros em Évora.

Com o temporal de chuva e ventos fortes do inicio do ano, uma árvore de grande porte caiu no jardim do Lar dos Pinheiros.
Agora, alguns Voluntários  inscritos no Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida juntamente com um grupo de militares do Exército Português, do Comando de Instrução e Doutrina de Évora, deslocaram-se até esta instituição do Centro Distrital da Segurança Social para auxiliar a mesma na recuperação do seu Jardim, que é frequentado diariamente por mais de 50 idosos utentes.


Neste sentido, na manhã do dia 22 de Março, este grupo dirigiu-se ao Lar dos Pinheiros para em conjunto limpar o jardim e cortar a grande árvore em pequenos pedaços de lenha, tendo em vista o seu reaproveitamento nas três salamandras que aquecem diariamente os espaços desta organização. Desta forma, para além de resolver uma situação indesejável, reaproveitou-se um recurso natural em proveito dos utentes deste Lar.

A Fundação Eugénio de Almeida agradece aos Voluntários e aos Militares envolvidos nesta ação!

Vejas as imagens:

\"\" 
\"\" \"\" \"\" 
\"\" \"\" \"\" \"\"

III Intercâmbio de Voluntários e Organizações do Alentejo e da Extremadura Espanhola

Decorreu no passado dia 28 de Fevereiro, no Paço dos Condes de Basto em Évora, o 3.º Intercâmbio da Rede Transfronteiriça de Voluntariado, no qual mais de 50 participantes portugueses e espanhóis debateram como ultrapassar as dificuldades que se colocam à prática de Voluntariado Transfronteiriço.

Sob o tema Voluntariado Transfronteiriço, esta iniciativa partiu da missão e do trabalho já desenvolvido pela entidades participantes no campo do Voluntariado, tendo depois sido discutidas ideias para a concretização de projetos de voluntariado a desenvolver nas regiões Alentejo Central e da Extremadura espanhola.

Ideias para a cooperação na área da infância, dinamização cultural, ocupação de tempos livres, ensino de línguas e outras, foram avançadas pelos responsáveis das organizações, e bem acolhidas pelos voluntários presentes.

Das cerca de 30 instituições que já aderiram à RTV, estiveram presentes a Câmara Municipal de Évora, a Associação de Surdos de Évora, a Biblioteca Pública de Évora, o Centro Social e Paroquial de Alandroal, o Museu de Évora, a Associação Camino a la Vida, a Rede Europeia de Luta contra a Pobreza e a Exclusão Social de Espanha, a Associação Provincial de Pensionistas de Extremadura e a Associação Oncológica Extremenha.

Após as sessões de trabalho, houve ainda espaço para a realização de uma Visita Guiada ao Paço dos Condes de Basto, edifício historio, propriedade da Fundação Eugénio de Almeida, que está intima e fortemente ligado à história da cidade e de Portugal.

Está já em preparação um novo intercâmbio de organizações e voluntários na Extremadura Espanhola, mais concretamente em Badajoz, no dia 11 de Abril, podendo os interessados solicitar mais informação sobre o mesmo.

O Projeto Rede Transfronteiriça de Voluntariado é uma iniciativa promovida pela Fundação Eugénio de Almeida, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa- Delegação de Évora e a Cruz Vermelha de Espanha – Comité Autonómico da Extremadura, sendo cofinanciado pelo POCTEP/FEDER. 

 

Mais informação em http://fundacaoeugeniodealmeida.pt/rtvoluntariado


\"\"  \"\"

Voluntários de Proximidade de Évora recolheram medicamentos para a organização Médicos do Mundo apoiar idosos isolados

No passado dia 16 de Fevereiro teve lugar por todo o país a iniciativa anual da Associação para a Assistência Farmacêutica - Jornada de Recolha de Medicamentos-, na qual os clientes das farmácias aderentes puderam comprar medicamentos não sujeitos a receita médica, doando os mesmos a instituições de solidariedade social para apoio a pessoas carenciadas.

Em Évora, a instituição beneficiada foi a Médicos do Mundo, tendo colaborado nesta recolha um grupo de Voluntários do Projeto de Voluntário de Proximidade da Fundação Eugénio de Almeida.

Nesta ação de recolha, que durou um sábado entre as 09h00 e as 20h00, foram angariadas perto de 200 embalagens de medicamentos diversos, que irão agora ser incluídos na farmácia da Unidade Móvel de Saúde da organização Médicos do Mundo que visita regularmente os idosos em montes isolados do Distrito.

A Médicos do Mundo é uma organização humanitária que promove o acesso de todos aos cuidados de saúde e promove a luta contra a exclusão social.

1ª Apanha de Laranjas para Instituições Sociais de Évora

 Seiscentos Kilos de laranja foi o resultado da ação solidária “Apanha de Laranjas para Instituições Sociais de Évora”, uma iniciativa promovida pelo grupo de voluntários da Fundação Eugénio de Almeida, com a colaboração da Câmara Municipal de Évora, que teve lugar no dia 5 Fevereiro, na Horta das Laranjeiras. 

A atividade partiu de um desafio lançado aos voluntários e constou da recolha de laranjas para oferta a instituições sociais de Évora. A ação contou com a participação de mais de uma dezena de voluntários que, durante um dia, arregaçaram as mangas, subiram escadotes e colheram um total de 30 caixas de laranjas, somando perto de 600 kg.    

As instituições beneficiadas foram a Associação Pão e Paz, a Associação Chão dos Meninos, o Lar de Santa Helena, o Lar dos Pinheiros, a Casa Pia de Évora, o Centro de Jovens da ADBES, o Centro de Convívio para Idosos e Reformados da Rua do Fragoso, e o Grupo de Caminheiros de Évora. Por parte das várias organizações houve palavras de agradecimento e reconhecimento do trabalho realizado pelos voluntários de proximidade. 

A dinamização de ações solidárias tem sido uma prática regular do projeto de Voluntariado de Proximidade, que abrange várias freguesias urbanas da cidade de Évora. Este Projeto, liderado pela Fundação Eugénio de Almeida, conta com uma rede de instituições e cerca de 300 voluntários, que, juntos, desenvolvem atividades e prestam apoios a pessoas e intuições na procura de tentar minimizar os problemas sociais, em particular no período de difícil conjuntura económica e social que o país atravessa. 

Para quem quiser saber mais sobre o projeto de Voluntariado de Proximidade, convidamo-lo (a) a participar na sessão de esclarecimento que tem lugar amanhã, 07 de fevereiro 2013, entre as 18H00 e as 20H00 no Pátio de S. Miguel.

Aqui ficam as fotos desta ação:
\"\" \"\" \"\"
\"\" \"\" \"\"



\"\" \"\"
\"\" \"\"



Fundação Eugénio de Almeida homenageou os 80 voluntários que colaboraram em 2012 no seu Projeto de Voluntariado

O agradecimento, justo e merecido, foi dirigido aos voluntários que neste período integraram projetos como o Voluntariado de Proximidade, quer nos apoio regular às famílias e pessoas isoladas quer na dinamização de ações solidárias ou na divulgação do projeto; mas também outros projetos como o Limpar Portugal 2012; ou as Ações de Promoção do Voluntariado levadas a cabo em datas como o Dia Internacional dos Voluntários ou o Dia da Criança.

Esta sessão teve lugar no Fórum Eugénio de Almeida e contou com a presença do Coordenador do Projeto de Voluntariado, Henrique Sim-Sim e da Secretária Geral da Fundação Eugénio de Almeida, Maria do Céu Ramos que fez questão de estar presente e expressar a todos e cada um dos voluntários presentes a importância do seu contributo para o cumprimento da missão da Fundação. Uma palavra especial foi também dirigida aos Conselheiros dos 4 Núcleos de Voluntariado de Proximidade que têm sido um elemento fundamental no sucesso deste projeto.

Foi também das mãos de Maria do Céu Ramos que os voluntários que colaboram neste projeto da FEA há mais de 5 anos receberam um diploma em reconhecimento do seu compromisso com esta causa.


  \"\"  \"\"

Todos os voluntários foram chamados individualmente ao palco onde, após a foto de grupo, foram presenteados com um voucher que dá acesso às atividades culturais promovidas pela Fundação Eugénio de Almeida.

  \"\"

EXIBIÇÃO DO FILME FAVORES EM CADEIA

Filme: Favores em Cadeia
(realizado por Mimi Leder em 2000, 118 min)

No âmbito da Comemoração do Dia Internacional dos Voluntários 2012 a Fundação Eugénio de Almeida promoveu a exibição do filme “Favores em Cadeia” (Pay it forward no original).

Considerado pela crítica como um dos mais belos filmes dos últimos tempos, pretendeu-se que esta sessão fosse inspiradora para todos aqueles que no dia-a-dia fazem o bem comum, através da ação voluntária!

Sinopse:


Imaginem apenas. Fazemos um favor a alguém que realmente a ajude e dizemos que não queremos que este seja retribuído a nós, mas sim a três outras pessoas que, em troca fazem o mesmo a outras três - e assim sucessivamente criando uma cadeia crescente de bondade e respeito.

Impossível? Esta é uma palavra que não entra no vocabulário do pequeno estudante Trevor McKinney, que desencadeia uma reacção em cadeia de bondade para o seu projecto escolar de estudos sociais. Qual será o impacto que uma ideia tão pura e sincera pode ter?

\"\"

***

\"\"

Ações de solidariedade multiplicam-se!

 

À semelhança das ações de solidariedade anteriormente realizadas, com o objetivo de melhorar as condições de vida de algumas pessoas desfavorecidas a nível económico e social, os Voluntários de Proximidade da Fundação Eugénio de Almeida juntaram-se novamente para dar resposta a mais um caso de forte necessidade.

Com a colaboração ativa das organizações locais, os Voluntários tinham a seu cargo a resolução de um caso de um beneficiário com relevante escassez de recursos, e em processo de reabilitação e reinserção social.

Após a atribuição de uma habitação social, era agora necessário dotar a mesma de condições dignas e acolhedoras para a sua vida quotidiana!

 

    \"\"    \"\" 

Symposium do Centro Europeu de Voluntariado (CEV)


19 e 20 de Outubro|Cascais

O Centro Europeu de Voluntariado promoveu, em parceria com a Confederação Portuguesa de Voluntariado, o seu Symposium de Outono, evento de cariz técnico que abordou temas como Voluntariado e Bem-estar, Saúde, TICs, Diálogo Intergeracional, Ética e outros.

Este Symposium, evento semestral que percorre vários países europeus, decorreu este ano em Portugal, Cascais. Aberto a todos os interessados (dirigentes, técnicos, voluntários, ?), reuniu mais de 150 participantes de toda a Europa.

Simultaneamente decorreu a Assembleia Geral do CEV, só permitida a sócios-efectivos.

A Fundação Eugénio de Almeida colaborou através da apresentação de uma comunicação integrada no painel de Workshops Volunteering and Caring.

Mais de 1000 crianças participaram em ações de voluntariado -Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida promove ações de sensibilização junto do público mais jovem

A primeira ação, realizada em parceria com a Escola EB 2/3 Conde de Vilalva, constou de pequenas sessões ministradas às crianças do 7º, 8º e 9º ano, no âmbito da disciplina de Formação Cívica. Com coordenação de Maria João Tomé, Conselheira do Núcleo de Voluntariado de Proximidade, a iniciativa deu a conhecer os 4 Núcleos de Voluntariado de Proximidade de Évora, promovidos pela Fundação Eugénio de Almeida em parceria com 38 entidades parceiras, e alertou para a importância do voluntariado enquanto agente de transformação pessoal e social. 


             \"\" 

Para além das sessões na Escola, que envolveram diretamente mais de 600 crianças foram ainda dinamizadas outras duas, nomeadamente no Dia Mundial da Criança com um conjunto de atividades lúdicas no Jardim Público de Évora, e a dia 5 de junho em comemoração do Dia da Escola da EB 2/3 Conde de Vilalva, no Bacelo. Nestas foi abordada a importância da prática voluntária e da solidariedade entre gerações e dinamizados ateliês de expressão plástica e jogos lúdico-pedagógicos como o “Quizz do Voluntariado”.  

               \"\"


Para Henrique Sim-Sim, Coordenador do Projeto de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida, estas iniciativas têm como objetivo “sensibilizar a comunidade educativa (alunos, pais, professores e outros profissionais) para a importância do Voluntariado e para a necessidade de se ser um cidadão ativo e solidário, em particular no atual contexto socioeconómico que o país atravessa. A sensibilização para estes temas é fundamental para construir uma sociedade mais humanista e com maior coesão social”.  

                  \"\"

Novos documentos de referência disponíveis on-line

Estão disponíveis a partir de hoje no Centro de Documentação deste site 3 novos documentos de referência.

Em língua inglesa:
- Relatório de Avaliação do Ano Europeu do Voluntariado 2011

Em língua espanhola:
- Manual de Boas Práticas de Gestão do Voluntariado
- Aprofundar o voluntariado: Desafios até 2020

Consulte
AQUI

Voluntários de Proximidade foram arranjar a casa de quem mais precisa!

 

Desta vez, foram duas as famílias beneficiárias do tempo, trabalho e dedicação de mais de 20 voluntários, que decidiram meter mãos à obra e ajudar quem precisa.

          \"\"          \"\"


Após terem sido identificados por voluntários e organizações locais os casos destas famílias com extrema necessidade, os técnicos do Projeto de Voluntariado de Proximidade da Fundação diagnosticaram, avaliaram e diligenciaram a intervenção para os necessários melhoramentos tendo em vista o bem-estar geral destas pessoas.

                             \"\"


Os condicionalismos em que estas famílias em concreto vivem, não permitem a normal gestão doméstica das suas casas, vendo assim agravadas as suas condições de habitabilidade que afectam o conforto e a qualidade de vida. 

Voluntariado e Envelhecimento Ativo



A Fundação Eugénio de Almeida associou-se às comemorações do Ano Europeu do Envelhecimento Activo e da Solidariedade Entre Gerações e convidou o Professor Daniel Serrão, personalidade distinguida na área da Ética e das Ciências da Vida, a proferir uma conferência sobre o papel que o Voluntariado pode exercer no campo do envelhecimento activo.

Propõe-se uma reflexão sobre a decisão de ser Voluntário no quadro do fundamento das decisões humana e ainda uma abordagem à senioridade em Portugal e à perspectiva dos seniores enquanto Voluntários.

As motivações, as condições, os requisitos necessários dos seniores para o voluntariado, e a partilha de responsabilidades pelo Estado e pela Sociedade Civil na actividade de apoio aos seniores, são outras das ideias propostas para reflexão e debate nesta Conferência.


PROGRAMA

15h00 Sessão de Abertura

Henrique Sim-Sim, Coordenador do Projeto de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida

Maria Joaquina Madeira, Coordenadora do Ano Europeu do Envelhecimento Activo e da Solidariedade entre Gerações

15h30 Conferência – Voluntariado e Envelhecimento Activo
Daniel Serrão, Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Medicina do Porto

16h30 Debate

17h30 Encerramento

Mural Voluntariado e Juventude

Integrada no mês da Juventude, a ação promoveu no passado dia  23 de Março, a pintura de um mural com o tema “Voluntariado e Juventude” com o objetivo de sensibilizar os mais jovens para a prática do voluntariado.

           \"\"      \"\" 

Agenda Política do Voluntariado na Europa (P.A.V.E.)


Voluntariado de Proximidade

Em 2011, os Núcleos de Voluntariado de Proximidade apoiaram 464 pessoas, 38 das quais beneficiaram de apoios pessoais regulares e as restantes foram abrangidas por actividades conjuntas ou ações solidárias.

O apoio pessoal aos 38 beneficiários foi prestado por 48 voluntários que, diariamente, se deslocaram a casa de idosos para ajudar na toma de medicamentos ou de refeições; acompanharam crianças no percurso casa-escola, facilitando a conciliação na vida pessoal e profissional; ou participaram em atividades regulares como a alfabetização de adultos e na ajuda a pessoas com deficiência. No total foram prestados 5.841 apoios.

\"\"  \"\"

Os Voluntários de Proximidade participaram ainda em 30 ações conjuntas, das quais se destacam os melhoramentos efectuados no Lar da Obra de S. José Operário, na Residência da APPACDM e das condições de habitabilidade nas casas dos beneficiários idosos mais carenciados, como pintura e pequenos arranjos. Foram ainda realizadas com a colaboração dos Voluntários de Proximidade ações de animação em lares de idosos e com crianças na Associação dos Amigos da Ludoteca de Évora, nas Piscinas Municipais, e noutros locais. Neste conjunto de 30 actividades, foram envolvidos 216 voluntários.

\"\"  \"\"

Para este ano, a Fundação Eugénio de Almeida e as entidades parceiras dos Núcleos, pretendem continuar a desenvolver projetos de apoio à população mais carenciada da cidade de Évora, mobilizando recursos, esforços e sinergias que permitam dar uma resposta efetiva e adaptada às necessidades dos beneficiários, minimizando os seus problemas.

Os Núcleos de Voluntariado de Proximidade foram constituídos em 2006, e atuam nas freguesias da Malagueira, Senhora da Saúde, Bacelo e Centro Histórico.

Novas recomendações europeias sobre Voluntariado

Este documento representa um marco na política da UE ao nível de apoio ao sector do voluntariado, já que reconhece a importância do voluntariado e traz recomendações aos Estados-Membros e à Comissão Europeia.

Aceda
AQUI ao documento.

CADERNOS DE VOLUNTARIADO Nº 5 e Nº 6

Através do estabelecimento de uma parceria com a Plataforma do Voluntariado de Espanha a Fundação Eugénio de Almeida encontra-se a traduzir e editar a Colecção A Fuego Lento, composta na totalidade por nove títulos que procuram dar resposta a três tipos de desafios no âmbito do voluntariado: Educativo, Organizativo e Transformador.

Nas palavras do coordenador da colecção, Luis Aranguren Gonzalo “Os cadernos A Fuego Lento foram concebidos para ser trabalhados, para serem discutidos em grupo (?) para potenciarem o crescimento pessoal e colectivo do voluntariado e o reforço da qualidade da acção voluntária das nossas entidades”.

Claramente orientados para a formação de dirigentes e técnicos de organizações enquadradoras de voluntários, estes cadernos, e a responsabilidade que a FEA assume agora em traduzi-los, são indicadores de uma forte convicção institucional de que só um voluntariado qualificado pode tornar um compromisso individual num movimento colectivo com verdadeiro poder de transformação social.

Dedicados aos temas A Participação do Voluntariado no Desenvolvimento da Comunidade Local (n.º5) e Coordenação e Acção Voluntária (n.º6) os cadernos foram apresentados ao público no âmbito da 2ª edição da Escola de Verão de Voluntariado que teve lugar em Julho passado.

\"\" \"\"

Os cadernos podem ser requisitados através do e-mail bancodevoluntariado@fea.pt.

Fundação Eugénio de Almeida ficou entre os 10 finalistas ao Prémio Manuel António da Mota

O \"Prémio Manuel António da Mota\", instituído pela Fundação Manuel António da Mota, premiou na sua 2ª edição (2011) as organizações promotoras de voluntariado que se distingam no desenvolvimento de actividades e projectos inseridas em programas de voluntariado de relevante interesse social e comunitário.

O interesse suscitado por esta iniciativa esteve bem patente no número de candidaturas recebidas, provenientes de instituições de todo o território nacional.

O Comité de selecção composto por representantes da Fundação Manuel António da Mota e TSF - Rádio Notícias, deliberou passar à 2ª Fase as seguintes 10 instituições finalistas (ordem alfabética):
   
   - ACREDITAR – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro
   - AJD – Associação Juvenil de Deão
   - Associação de Voluntariado em Saúde de Touça
   - ATLAS – Associação de Cooperação para o Desenvolvimento
   - Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha
   - Comunidade Vida e Paz
   - Fundação Eugénio de Almeida
   - LEQUE – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Necessidades Especiais
   - Santa Casa da Misericórdia de Almada
   - Vida Norte – Associação de Promoção e Defesa da Vida e da Família

O processo de escolha da candidatura vencedora envolveu, nos termos do Regulamento do Prémio, a apreciação in loco das actividades e projectos concorrentes, acção esta integrada no conjunto de reportagens que a TSF-Rádio Notícias realizou com cada uma das instituições finalistas.

A este propósito a FEA recebeu nos passados dias 8 e 9 de Outubro uma equipa de reportagem áudio e vídeo da TSF com a qual visitou e entrevistou vários intervenientes do seu projecto de Voluntariado de Proximidade (voluntários, beneficiários, organizações parcerias).

\"\"      \"\"


Veja aqui a reportagem de
VÍDEO.

Ouça aqui a reportagem ÁUDIO.

Na Conferência “Portugal Voluntário” realizada em Dezembro, foi anunciado o vencedor: LEQUE – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Necessidades Especiais.

Fundação Eugénio de Almeida prestou homenagem pública aos voluntários

No passado dia 17 de Setembro, a Fundação Eugenio de Almeida prestou pública homenagem aos cerca de 130 voluntários que activa e empenhadamente têm participado na concretização dos seus projectos, tais como os Núcleos de Voluntariado de Proximidade de Évora, o projecto Voluntariado Cultural e a Biblioteca ou o projecto de Inventariação dos Bens Móveis do Paço dos Condes de Basto.

Esta homenagem foi realizada no âmbito da Volta do Voluntariado em Évora, iniciativa que celebra Ano Europeu de Voluntariado, mas também por ocasião da comemoração do 10.º aniversário do Projecto de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida, que se iniciou em 2001 aquando do Ano Internacional dos Voluntários.

A cerimónia decorreu no Palácio D. Manuel, em Évora, tendo também a Câmara Municipal de Évora, a Delegação de Évora Cruz Vermelha Portuguesa e a Junta Regional de Évora do Corpo Nacional de Escutas prestado homenagem aos seus voluntários, promovendo assim conjuntamente uma participada e justa Cerimónia de Reconhecimento dos Voluntários.

Banco de Voluntariado com Página no Facebook

Agora já pode acompanhar a nossa actividade também através do Facebook.

Visite a nossa página www.facebook.com/BVFEA e partilhe junto dos seus amigos.

VOLTA DO VOLUNTARIADO ACONTECE EM ÉVORA

No âmbito da Celebração do Ano Europeu do Voluntariado 2011, Évora vai acolher nos próximos dias 15, 16 e 17 de Setembro a Volta do Voluntariado, através da realização de diversas actividades que pretendem dar visibilidade e valorizar a prática do voluntariado junto da comunidade eborense.

Neste âmbito, foi constituído um Grupo de Trabalho para a organização e dinamização desta Volta, composto pelo Centro de Informação Europe Direct do Alto Alentejo, Fundação Eugénio de Almeida (FEA), Câmara Municipal de Évora, Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Évora,  Delegação Regional do Corpo Nacional de Escutas da Região de Évora e pela Universidade de Évora. Várias outras entidades da cidade de Évora serão convidadas a participar activamente nesta iniciativa.

De entre as actividades previstas no programa da Volta, destaque para os Desafios do Voluntariado, dedicados ao tema Inter-gerações, Cultura e Voluntariado, organizada pelo projecto Núcleos de Voluntariado de Proximidade da FEA e que terá lugar na Associação de Reformados e Idosos da Malagueira no dia 15 de Setembro a partir das 18h00.  A Fundação Eugénio de Almeida facilitará ainda aos voluntários  visitas guiada à Exposição “Andy Warhol – Os Mistérios da Arte”,  nos dias  15 e 16 de Setembro, pelas 16h00,  mediante prévia inscrição e limitada às vagas disponíveis.

Na Praça do Giraldo, será montada uma tenda onde as entidades parceiras na organização da Volta estarão representadas, e onde voluntários do Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida promoverão actividades de artes plásticas para crianças.

Veja o
PROGRAMA AQUI e siga-nos em www.facebook.com/BVFEA

Para mais informações contacte: bancodevoluntariado@fea.pt | tel: 924 145 871

VOLUNTARIADO ANIMA AS PISCINAS EM ÉVORA

Este foi já o terceiro ano consecutivo em que as piscinas municipais de Évora serviram de fundo a actividades de promoção de voluntariado.

Desde 2009 a Fundação Eugénio de Almeida tem vindo a contar com a colaboração de um grupo de voluntários de proximidade empenhados em dar testemunho e divulgar a importância do voluntariado. Para tal preparam e dinamizam um conjunto de actividades de expressão plástica em que as crianças e os jovens que frequentam as piscinas são convidados a participar, podendo no final levar para casa o resultado dos seus trabalhos, juntamente com a informação sobre como fazer voluntariado em Évora.

\"\"    \"\"

Este tem sido também um espaço informativo onde qualquer pessoa, independentemente da idade, pode obter esclarecimentos sobre a temática do voluntariado em geral e mais concretamente sobre o voluntariado de proximidade e o funcionamento dos seus Núcleos nas freguesias da Malagueira, Bacelo, Senhora da Saúde e Centro Histórico, onde o processo de recrutamento de voluntários está sempre em aberto.

\"\"    \"\"

Este ano foram mais de 40 as crianças que tiveram a oportunidade de participar nesta actividade que, com a orientação da equipa técnica do Banco de Voluntariado da FEA, foi dinamizada pelos voluntários Isilda Roque, Aurora Leonardo, Carla Martins, Paula Moreira e José João Machado.

Escola de Verão de Voluntariado 2011

A aposta que a Fundação Eugénio de Almeida (FEA) tem vindo a realizar nos últimos anos em matéria de formação em voluntariado, tem um dos seus momentos mais expressivos na Escola de Verão de Voluntariado (EVV), cuja segunda edição se realizou em 6,7 e 8 de Julho deste ano, trazendo a Évora cerca de 85 participantes portugueses e espanhóis.

O reconhecimento pelo mérito da iniciativa foi claro nas palavras proferidas pela Dra. Maria Elisa Borges, em representação da Senhora Presidente do Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado, Dr.ª Elza Chambel, e que marcou presença na Sessão de Abertura da EVV juntamente com o Senhor Presidente da Fundação Eugénio de Almeida, Cónego Eduardo Pereira da Silva.

\"\" \"\"

À semelhança do ano transacto, a FEA garantiu a presença de oradores nacionais de renome, como o Prof. Rogério Roque Amaro do ISCTE ou o Dr. Joaquim Caetano, da Fundação Montepio Geral, bem como especialistas internacionais, tais como D. José Lázaro da Cruz Vermelha Espanhola e a investigadora Klara Fóti da Eurofund. As intervenções foram cunhadas pela qualidade e pela diferenciação ao aportarem enriquecedoras perspectivas sobre o voluntariado nas suas mais variadas dimensões.

O dia 7 de Julho foi dedicado à reflexão e à troca de experiências em contexto de workshops, dinamizados por Pedro Dionísio, do ISCTE Business School, por Isabel Lopes, da Associação Humanidades e por Carla Teixeira da Câmara Municipal de Matosinhos. Os temas em debate abordaram questões transversais aos diversos projectos e contextos de voluntariado: a Comunicação e Marketing; a Certificação da Qualidade; e os Afectos e Distanciamento.

\"\" \"\"

Uma das inovações introduzidas no programa deste ano foi o painel de Speed Presentation de Projectos de Voluntariado Emergente, moderado por Carlos Azevedo da UDIPSS, e que contou com a intervenção de João Brites, do Projecto Transformers, Filipa Teixeira da TESE, Helena Presas da Entrajuda, e Cláudia Gama da Delta.

A par dos momentos formativos em diferentes modalidades, foram dinamizadas três Mesas de Partilhas de Práticas. A primeira foi moderada por Filomena Espírito Santo, da Cruz Vermelha Portuguesa, abordando a questão sobre Motivação e Reconhecimento de Voluntários; a segunda foi moderada por  Gil Pereira, da YUPI, e abordou a identificação dos Factores Críticos para o Sucesso dos Projectos de Voluntariado. A terceira, foi dinamizada por Inês Gonçalves, da FEA,  e incidiu sobre Dinâmicas do Voluntariado de Proximidade.

\"\" \"\"

A Escola de Verão de Voluntariado promoveu ainda o networking, através da promoção de vários momentos de convívio, facilitando o hetero-conhecimento e a troca informal de experiências entre os distintos participantes.

No site do Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida, pode aceder aos suportes audiovisuais das comunicações da segunda edição da Escola de Verão de Voluntariado.

PARA ACEDER ÀS COMUNICAÇÕES
CLIQUE AQUI

Promoção do Voluntariado na Feira de São João

No âmbito da Feira de São João, a Fundação Eugénio de Almeida promoveu no passado dia 25 de Junho, uma acção de sensibilização para o voluntariado no Jardim Público e Parque Infantil, em parceria com a Associação  dos Amigos da Ludoteca de Évora.

A Ludoteca, também conhecida como Museu do Brinquedo, localiza-se em pleno Parque Infantil, e é um espaço onde as crianças podem desenvolver um conjunto alargado de actividades lúdicas e pedagógicas.

Esta a Associação é parceira do projecto de voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida, integrando vários voluntários para dinamizar as suas actividades.

Neste sentido, a Fundação promoveu uma iniciativa, com um grupo de cinco voluntários inscritos no Banco de Voluntariado, que constou da realização de actividades de carácter lúdico, como a pintura de telas e execução de moinhos de papel, decorando depois uma das árvores deste Jardim Público.

Esta iniciativa teve como objectivo sensibilizar crianças e os seus familiares para a prática de actividades em voluntariado, tendo participado mais de 50 crianças.


   \"\"             \"\"

Fundação Eugénio de Almeida colaborou em actividades transfronteiriças de promoção do voluntariado

A Fundação Eugénio de Almeida, através do seu Banco de Voluntariado, foi uma das entidades seleccionadas para colaborar no Seminário Impulso Ibérico para o Ano Europeu do Voluntariado que teve lugar nas regiões transfronteiriças Minho-Galiza, entre 15 e 19 de Maio de 2011.

Para mais informação siga este
LINK

Fundação Eugénio de Almeida assinala uma década de trabalho voluntário

No Ano Europeu do Voluntariado, a Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, completa 10 anos de trabalho nesta área.

A Renascença foi espreitar os Núcleos de Voluntariado de Proximidade, exemplo de um projecto que hoje é reconhecido pela sua exigência e pela aposta forte na formação e qualificação dos seus voluntários e das instituições com quem coopera.

Instalados em quatro freguesias da cidade, os núcleos são estruturas informais nas quais um conjunto de voluntários presta apoio a beneficiários, não para substituir as instituições, mas num trabalho de complementaridade, diz Henrique Sim-Sim, coordenador do projecto de voluntariado da Fundação.

Os 200 voluntários revezam-se por equipas, sempre com a noção de que a missão é exigente e que testa a capacidade emocional de quem se envolve responsavelmente.

"Confiança" e "compromisso" são as palavras que melhor descrevem o trabalho destes núcleos de voluntários de proximidade, que desenvolvem muitas outras actividades e programas de natureza cultural.

Aceda
AQUI à reportagem multimédia “Princípio e Fim”, da jornalista Rosário Silva.

Fundação Eugénio de Almeida apresenta Núcelos de Voluntariado de Proximidade em Fóruns Internacionais

O Projecto de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida será também apresentado no encontro anual de Fundações Europeias, promovido pelo  European Foundation Centre (EFC), que se realiza de 26 a 28 de Maio em Cascais.

 

Para saber mais sobre o programa do Symposium  “The future of volunteering: concepts, trends, visions” clique AQUI.

Declaração de Bruxelas do Centro Europeu de Voluntariado

Com o objectivo de proporcionar um instrumento para facilitar o esforço comum do sector voluntário na erradicação da pobreza e exclusão social nas nossas sociedades, o CEV emitiu a declaração de Bruxelas assinada por 155 especialistas de 25 países.

Esta declaração formula 43 medidas concretas, a serem tomadas pelos diversos agentes, em torno de 4 dimensões:

1. Estimular a participação de voluntários e organizações voluntárias para promover a autonomia e inclusão social: Voluntariado \"com\" pessoas em situação de pobreza e exclusão social
2. Melhorar a inclusão do voluntariado e do seu potencial para ser um meio de capacitação, inclusão social e cidadania activa - Promover o voluntariado \"de\" pessoas em situação de pobreza e exclusão social
3. Certificar que o voluntariado é um direito de todos: proporcionar e incentivar um ambiente jurídico para a participação activa das pessoas em situação de pobreza e exclusão social
4. Reconhecer e fomentar o potencial do voluntariado como uma forma de adquirir competências e reforçar a empregabilidade

Esta declaração está agora disponível no Centro de Documentação deste site. Para acesso directo clique
AQUI

Declaração de Bruxelas do Centro Europeu de Voluntariado

Com o objectivo de proporcionar um instrumento para facilitar o esforço comum do sector voluntário na erradicação da pobreza e exclusão social nas nossas sociedades, o CEV emitiu a declaração de Bruxelas assinada por 155 especialistas de 25 países.

Esta declaração formula 43 medidas concretas, a serem tomadas pelos diversos agentes, em torno de 4 dimensões:

1. Estimular a participação de voluntários e organizações voluntárias para promover a autonomia e inclusão social: Voluntariado \"com\" pessoas em situação de pobreza e exclusão social
2. Melhorar a inclusão do voluntariado e do seu potencial para ser um meio de capacitação, inclusão social e cidadania activa - Promover o voluntariado \"de\" pessoas em situação de pobreza e exclusão social
3. Certificar que o voluntariado é um direito de todos: proporcionar e incentivar um ambiente jurídico para a participação activa das pessoas em situação de pobreza e exclusão social
4. Reconhecer e fomentar o potencial do voluntariado como uma forma de adquirir competências e reforçar a empregabilidade

Esta declaração está agora disponível no Centro de Documentação deste site. Para acesso directo clique
AQUI

Declaração de Bruxelas do Centro Europeu de Voluntariado

Com o objectivo de proporcionar um instrumento para facilitar o esforço comum do sector voluntário na erradicação da pobreza e exclusão social nas nossas sociedades, o CEV emitiu a declaração de Bruxelas assinada por 155 especialistas de 25 países.

Esta declaração formula 43 medidas concretas, a serem tomadas pelos diversos agentes, em torno de 4 dimensões:

1. Estimular a participação de voluntários e organizações voluntárias para promover a autonomia e inclusão social: Voluntariado \"com\" pessoas em situação de pobreza e exclusão social
2. Melhorar a inclusão do voluntariado e do seu potencial para ser um meio de capacitação, inclusão social e cidadania activa - Promover o voluntariado \"de\" pessoas em situação de pobreza e exclusão social
3. Certificar que o voluntariado é um direito de todos: proporcionar e incentivar um ambiente jurídico para a participação activa das pessoas em situação de pobreza e exclusão social
4. Reconhecer e fomentar o potencial do voluntariado como uma forma de adquirir competências e reforçar a empregabilidade

Esta declaração está agora disponível no Centro de Documentação deste site. Para acesso directo clique
AQUI

Voluntariado de Proximidade em Évora, na RTP2

Em 2011 - Ano Europeu do Voluntariado, o programa televisivo A Fé dos Homens dedica as emissões de 3ª feira à divulgação de projectos de voluntariado.

No passado dia 1 de Fevereiro, o Projecto de Voluntariado de Proximidade que a Fundação Eugénio de Almeida promove em Évora, desde 2006, esteve em destaque neste programa da RTP2.

Para assistir ao vídeo clique
AQUI

Já se encontram disponíveis os números 3 e 4 da colecção de Cadernos de Voluntariado

Através do estabelecimento de uma parceria com a Plataforma do Voluntariado de Espanha a Fundação Eugénio de Almeida encontra-se a traduzir e editar a Colecção A Fuego Lento, composta na totalidade por nove títulos que procuram dar resposta a três tipos de desafios no âmbito do voluntariado: Educativo, Organizativo e Transformador.

Nas palavras do coordenador da colecção, Luis Aranguren Gonzalo “Os cadernos A Fuego Lento foram concebidos para ser trabalhados, para serem discutidos em grupo (?) para potenciarem o crescimento pessoal e colectivo do voluntariado e o reforço da qualidade da acção voluntária das nossas entidades”.

Claramente orientados para a formação de dirigentes e técnicos de organizações enquadradoras de voluntários estes cadernos, e a responsabilidade que a FEA assume agora em traduzi-los, são indicadores de uma forte convicção institucional de que só um voluntariado qualificado pode tornar um compromisso individual num movimento colectivo com verdadeiro poder de transformação social.

Dedicados aos temas Motivações da Pessoa Voluntária (n.º3) e A Referência de Grupo de Voluntariado (n.º4) os cadernos foram apresentados ao público através da leitura crítica de Susana Queiroga, do Instituto S. João de Deus e de Rosalina Costa, da Universidade de Évora, respectivamente, perante uma audiência de cerca de 70 participantes.

\"\" 
\"\"

Os cadernos estão disponíveis para entrega gratuita na sede da Fundação Eugénio de Almeida em Évora.

Também poderão ser solicitados via e-mail: bancodevoluntariado@fea.pt

Comissão Europeia lança o Ano Europeu do Voluntariado 2011:

"Volunteer! Make a Difference": European Commission launches the European Year of Volunteering 2011

"If our hopes of building a better and safer world are to become more than wishful thinking, we will need the engagement of volunteers more than ever," Kofi Annan said. It is in this spirit that 100 million Europeans dedicate their time and expertise to help those in need and give back to their communities: A retired art teacher gives lectures on European masterpieces to foreign visitors at a museum. A high school student reads to sick children at a hospital. A former national football player coaches at a neighbourhood club. There are thousands of ways people make a difference. To highlight these efforts and encourage more citizens to join in, the European Commission today kicked off the 2011 European Year of Volunteering. Vice-President Viviane Reding, EU Commissioner for Justice, Fundamental Rights and Citizenship, joined by Jean-Marc Delizée, Belgium's federal Secretary of State for Social Affairs, and European Parliament Member Marian Harkin, presented the year’s slogan: "Volunteer! Make a difference."

"I want to pay tribute to the millions of Europeans who take the time to make our world a better place," said Viviane Reding, EU Commissioner for Justice, Fundamental Rights and Citizenship. "Deep within all of us lies the ability to step up and care for those in need. Volunteering strengthens our core European values: solidarity and social cohesion. As we launch the European Year of Volunteering, I want to rally support for people who make a difference. Now is the time for us to share and to give something back, for us to focus on helping the helpers!"

A Eurobarometer study in May 2010 revealed that 3 out of 10 Europeans claim to be active in a voluntary capacity. There are many different definitions and traditions concerning volunteering. A common thread throughout these activities is that wherever people come together to help each other and support those in need, both society as a whole and the individual volunteers benefit. Through volunteering, people gain knowledge, exercise skills and extend their social networks, which can often lead to new or better employment opportunities, as well as personal and social development.

The Commission helps young people participate in volunteering activities. Through the European Voluntary Service, thousands of adolescents and young adults travel outside their home countries to teach, promote cultural awareness and develop important life skills. For example, volunteers at a home in Copenhagen called Verahus help the disabled residents in their daily lives. They arrange leisure-time activities with the residents, such as painting, music, games, sports and accompany them on trips.

To highlight volunteers’ work, encourage others to join in and address the challenges they face, the 2011 European Year of Volunteering has four main objectives:
? lowering obstacles to volunteering in the EU;
? empowering volunteer organisations and improve the quality of volunteering;
? rewarding and recognise volunteering activities;
? raising awareness of the value and importance of volunteering.

To meet these goals, the Commission will encourage the exchange of good practices between Member States' authorities and volunteering organisations. The focus will be on training volunteers, accreditation and quality assurance, and efficient and effective match-making between potential volunteers and volunteering opportunities. The Commission will encourage new Europe-wide networking initiatives to encourage cross-border exchanges and synergies among volunteer organisations and other sectors, especially with businesses.

Throughout the Year of Volunteering, hundreds of activities and projects will be highlighted and promoted. At the EU level, these include:
? EYV2011 Tour: Volunteers will tour EU countries over a one-year period, showcasing their work and engaging with policy makers and the public at each step of the tour.
? EYV Relay: 27 “Relay” volunteer reporters will follow the work of 54 volunteering organisations and produce audio, video and written reports to be broadcast by the media. At the end of the year, the combined reports will be compiled to form a broadcast-quality documentary about the European Year and its tour.
? Four thematic conferences in 2011 to highlight key issues related to volunteering: 8 January in Budapest: Recognition of Volunteering; May/June: Celebrating volunteers and their valuable contribution; October: Empowering volunteering organizations; December: Closing conference on future challenges.

The Commission is working closely with the “Alliance” of volunteering organisations, the European Parliament, the Member States, the Committee of the Regions, the European Economic and Social Committee, the Council of Europe and the United Nations Volunteers.

More information
Official website for the European Year:
www.europa.eu/volunteering
(includes the timetable of the EYV Tour)
The Alliance's website: www.eyv2011.eu

Novo humanismo centrado na pessoa está a crescer, diz D. Carlos Azevedo

Mais cidadania e menos Estado. O novo humanismo está a crescer centrado na pessoa e os voluntários, bem preparados, sublinha D. Carlos Azevedo, são chamados a ser os novos protagonistas da actualidade.

“Os voluntários trocam reuniões de gabinete, por gestos concretos. Negociações intermináveis, por acções imediatas. Protestos e manifestações mediáticas, por factos. Promessas por cumprir, por realidades visíveis”, afirmou o bispo auxiliar de Lisboa, em Évora, numa conferência sobre o voluntariado como expressão do novo humanismo.

O presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social lançou também o repto para quem não tem medo de abraçar novos desafios, diz D. Carlos Azevedo, nunca é tarde para começar.

“Qualquer idade serve, qualquer manhã, tarde ou noite é boa. Ao primeiro comboio de solidariedade que passe, entra e começa. Logo verão como as iniciativas impensáveis rebentam. É necessário alguém começar para se ver que algo pode fazer-se”, sublinha D. Carlos Azevedo.

Ouvir Notícia Rádio Renascença

In: http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=83038

Disponível on-line as comunicações apresentadas na EVV

A primeira edição da Escola de Verão de Voluntariado teve lugar em Évora, nos passados dias 30 de Junho 1 e 2 de Julho e reuniu cerca de 75 participantes.
A convite da Fundação Eugénio de Almeida estiveram em Évora nos passados dias 30 de Junho 1 e 2 de Julho, no âmbito da primeira edição da Escola de Verão de Voluntariado (EVV), nomes como José Carlos Fajardo (Solidarios para el Desarrollo), András Tóth (Centro Europeu de Voluntariado), Andrea Raanard (Volunteering England) ou Lluc Martí (Youth IAVE).
\"\" \"\"
Esta iniciativa ímpar, que reuniu também outros oradores e dinamizadores nacionais, trouxe ao conhecimento do público português diferentes e enriquecedoras perspectivas sobre o voluntariado, com um ponto em comum, a preocupação pelo carácter de excelência inerente às diferentes formas de promoção do voluntariado apresentadas.
Na sessão de abertura, os intervenientes foram unânimes em realçar o valor e a utilidade da iniciativa. Cláudia Sousa Pereira, Vereadora da Câmara Municipal de Évora, realçou “o facto de a FEA ter agora uma Escola de Voluntariado quer dizer que há experiência, conhecimento sobre o voluntariado, interesse em passar esse conhecimento e em criar novo conhecimento”. Nas palavras do Cónego Eduardo Pereira da Silva, Presidente da Fundação Eugénio de Almeida a primeira iniciativa da Escola de Verão de Voluntariado representa “um projecto inovador e dinâmico de envolvimento e troca de experiências entre voluntários, técnicos e instituições, que estou certo terá a sua continuidade”.
As apresentações realizadas no dia 30 de Junho dedicadas ao tema Cooperação Internacional e Voluntariado foram ilustradas com os exemplos do trabalho desenvolvido por entidades como a Esdime – Agência para o Desenvolvimento Local do Alentejo Sudoeste que há mais de uma década trabalha com o programa de Serviço Voluntário Europeu, o GASNova – Grupo de Acção Social, com sede em Lisboa que desenvolve missões de verão maioritariamente com jovens universitários e recém-licenciados em Portugal, Cabo-Verde e Moçambique, a Fundação Evangelização e Culturas, gestora da Rede de Voluntariado Missionário, composta por cerca de 50 organizações do nosso país, e a AMI – Assistência Médica Internacional, sobejamente conhecida pela intervenção ao nível da ajuda humanitária e missões de emergência.
O dia 1 de Julho foi dedicado à reflexão e troca de experiências em contexto de workshops e partilha de práticas que deram lugar a uma apresentação de conclusões em plenário.
\"\" \"\"
No último dia dos trabalhos a sessão abriu com uma conferência proferida pelo Professor Luís Sebastião, da Universidade de Évora que sob o tema A Ética do Voluntariado: Uma Questão Educativa Global animou a audiência e a conduziu a uma reflexão sobre o estado da sociedade civil portuguesa e a necessidade de se encetar processos educativos que empoderem efectivamente quem deles participa. Algumas destas questões foram ilustradas no painel seguinte através de experiências inspiradoras que estão a ser desenvolvidas em Inglaterra e na Catalunha.
Com o Ano Europeu do Voluntariado em vista (2011) o último painel foi composto pela presidente do Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado, Dra. Elza Chambel e pelo representante do Centro Europeu de Voluntariado, András Tóth, que deixaram algumas propostas para a acção com base na Decisão do Conselho da União Europeia. Nas palavras da Dra. Elza Chambel “Participar no Ano Europeu do Voluntariado, será uma excelente oportunidade para voluntários, organizações promotoras de voluntariado, e as outras partes interessadas conseguirem uma maior visibilidade para a acção e, ver os seus esforços reconhecidos, de um modo muito mais alargado.”
\"\" \"\"
A par dos momentos formativos em diferentes formatos (conferências, painéis temáticos, workshops e mesas de partilha de práticas) a EVV foi também pontuada por vários momentos de convívio que facilitaram os contactos e a troca de experiências entre os intervenientes e as várias dezenas de participantes, entre os quais voluntários, coordenadores de voluntariado e dirigentes de entidades de vários pontos do país. 
\"\" \"\"
O investimento continuado da Fundação Eugénio de Almeida no campo da qualificação dos diversos agentes do voluntariado ganhou nesta iniciativa um novo formato, consensualmente aprovado por quem nele colaborou e de quem dele usufrui.
Procurando manter vivo o espírito da iniciativa e disseminar algum do conhecimento partilhado na Escola de Verão de Voluntariado, a Fundação Eugénio de Almeida disponibiliza agora, através do site do Banco de Voluntariado, os suportes audiovisuais das comunicações dos oradores que colaboraram nesta primeira edição da EVV.

CADERNOS DE VOLUNTARIADO

A Fundação Eugénio de Almeida tem vindo a desenvolver um trabalho contínuo na promoção e valorização de um Voluntariado qualificado, por forma a que este possa assumir em plenitude todo o seu potencial transformador da realidade social.

Neste âmbito, a Fundação estabeleceu uma parceria com a Plataforma do Voluntariado de Espanha, na perspectiva de uma aproximação institucional e técnica entre as duas instituições e da criação de uma mais-valia efectiva na promoção da cultura do Voluntariado num contexto mais alargado.

Como primeiro resultado desta cooperação institucional, a Fundação Eugénio de Almeida acaba de traduzir e editar os dois números que dão início a uma colecção de cadernos de voluntariado, orientada para a formação de dirigentes e técnicos de organizações enquadradoras de voluntários: N.º 1 -Os Itinerários Educativos do Voluntariado, de Luis Aranguren Gonzalo; N.º 2 - Acompanhamento na Acção _ A figura do Animador ou Animadora de Voluntariado, de Jully Rodríguez Rodríguez.

Os cadernos estão disponíveis para entrega gratuita na sede da Fundação Eugénio de Almeida em Évora.

Também poderão ser solicitados via e-mail: bancodevoluntariado@fea.pt

FEA PREMIADA PELA OFFICEBOX DO VOLUNTARIADO

O Prémio foi entregue pelo Comissário Europeu para o Emprego, Assuntos Sociais e Igualdade de Oportunidades, Vladimir Spidla, numa cerimónia realizada no dia 12 de Dezembro, em Lisboa, no âmbito do Encontro Powering a New Future - Projectar um Novo Futuro. Este encontro marcou o encerramento do Equal a nível europeu com o balanço de oito anos de actuação e a apresentação dos projectos mais interessantes e inovadores de cada Estado-Membro.

A Officebox do Voluntariado, escolhida de entre os Projectos realizados a nível nacional, é um instrumento pioneiro para a gestão e animação de Voluntariado de Proximidade, constituindo um guia metodológico único no contexto nacional.

Este produto, em formato Cd-rom, destina-se às organizações públicas e privadas, sem fins lucrativos, que pretendam criar Núcleos de Voluntariado de Proximidade, promovendo assim um conjunto de respostas sociais complementares aos serviços técnicos e profissionais que prestam a uma comunidade. A Fundação Eugénio de Almeida disponibiliza-o de forma inteiramente gratuita às instituições que o solicitem, registando já um elevado número de pedidos de todos os pontos do país.

A Officebox do Voluntariado foi concebida no âmbito do projecto Orientar, Servir e Apoiar, liderado pela Fundação Eugénio de Almeida e desenvolvido em parceria com a Cáritas Diocesana de Évora, a Obra de São José Operário, o Núcleo Empresarial da Região de Évora e a Beira Serra – Associação de Desenvolvimento Local.

O Prémio agora atribuído reconhece e prestigia o trabalho que a Fundação Eugénio de Almeida tem vindo a realizar, desde 2001, no campo da promoção de uma cultura de voluntariado assente nos valores da cidadania activa e solidária. A valorização e qualificação do Voluntariado são as “pedras de toque” desta aposta, que inclui um programa integrado de acções de sensibilização dos cidadãos e das instituições, a formação de voluntários, e também das instituições para concepção e gestão de projectos de voluntariado, e, ainda, um Banco de Voluntariado. Este funciona como mediador activo entre voluntários e organizações, animando também uma rede de informação e conhecimento como mais uma forma de potenciar os impactos positivos da acção voluntária na comunidade.

FEA PREMIADA PELA OFFICEBOX DO VOLUNTARIADO

O Prémio foi entregue pelo Comissário Europeu para o Emprego, Assuntos Sociais e Igualdade de Oportunidades, Vladimir Spidla, numa cerimónia realizada no dia 12 de Dezembro, em Lisboa, no âmbito do Encontro Powering a New Future - Projectar um Novo Futuro. Este encontro marcou o encerramento do Equal a nível europeu com o balanço de oito anos de actuação e a apresentação dos projectos mais interessantes e inovadores de cada Estado-Membro.

A Officebox do Voluntariado, escolhida de entre os Projectos realizados a nível nacional, é um instrumento pioneiro para a gestão e animação de Voluntariado de Proximidade, constituindo um guia metodológico único no contexto nacional.

Este produto, em formato Cd-rom, destina-se às organizações públicas e privadas, sem fins lucrativos, que pretendam criar Núcleos de Voluntariado de Proximidade, promovendo assim um conjunto de respostas sociais complementares aos serviços técnicos e profissionais que prestam a uma comunidade. A Fundação Eugénio de Almeida disponibiliza-o de forma inteiramente gratuita às instituições que o solicitem, registando já um elevado número de pedidos de todos os pontos do país.

A Officebox do Voluntariado foi concebida no âmbito do projecto Orientar, Servir e Apoiar, liderado pela Fundação Eugénio de Almeida e desenvolvido em parceria com a Cáritas Diocesana de Évora, a Obra de São José Operário, o Núcleo Empresarial da Região de Évora e a Beira Serra – Associação de Desenvolvimento Local.

O Prémio agora atribuído reconhece e prestigia o trabalho que a Fundação Eugénio de Almeida tem vindo a realizar, desde 2001, no campo da promoção de uma cultura de voluntariado assente nos valores da cidadania activa e solidária. A valorização e qualificação do Voluntariado são as “pedras de toque” desta aposta, que inclui um programa integrado de acções de sensibilização dos cidadãos e das instituições, a formação de voluntários, e também das instituições para concepção e gestão de projectos de voluntariado, e, ainda, um Banco de Voluntariado. Este funciona como mediador activo entre voluntários e organizações, animando também uma rede de informação e conhecimento como mais uma forma de potenciar os impactos positivos da acção voluntária na comunidade.

5 DE DEZEMBRO - DIA INTERNACIONAL DOS VOLUNTÁRIOS

LER NOTÍCIA

5 DE DEZEMBRO - DIA INTERNACIONAL DOS VOLUNTÁRIOS

LER NOTÍCIA

INSTRUMENTO INOVADOR PARA A GESTÃO DE VOLUNTARIADO

Available only on the portuguese page

INSTRUMENTO INOVADOR PARA A GESTÃO DE VOLUNTARIADO

FUNDAÇÃO EUGÉNIO DE ALMEIDA LANÇA INSTRUMENTO INOVADOR NA ÁREA DA GESTÃO DO VOLUNTARIADO

A Officebox do Voluntariado, instrumento pioneiro para a gestão e animação de voluntariado de proximidade, foi lançada no passado dia 3 de Julho, no Fórum Eugénio de Almeida, por ocasião do II Encontro de Voluntariado.

Este Encontro reuniu em Évora especialistas, instituições e voluntários de todo o país, que discutiram o papel do voluntário na sociedade contemporânea, e onde a Officebox do Voluntariado foi a grande novidade, enquanto guia metodológico único no contexto nacional sobre voluntariado.

Sendo o voluntariado uma das áreas de trabalho privilegiadas pela Fundação Eugénio de Almeida na área Social – pelo que representa enquanto exercício de cidadania activa e comprometida ao serviço da comunidade –, esta instituição desenvolveu uma ferramenta pioneira e inovadora para a sua gestão, que disponibiliza a outras instituições, de forma inteiramente gratuita.

A Officebox tem como destinatários organizações públicas e privadas, sem fins lucrativos, que pretendam criar Núcleos de Voluntariado de Proximidade (NVP), promovendo um conjunto de respostas sociais complementares aos serviços técnicos e profissionais prestados no âmbito de uma comunidade pelas entidades públicas e privadas.

Ao disponibilizar os conceitos, as metodologias e os instrumentos desenvolvidos na implementação e dinamização destes núcleos em Évora, a Officebox constitui-se como uma ferramenta útil e eficaz, baseada na experiência, que poderá ser aplicada em qualquer local, adaptando-se facilmente às circunstâncias específicas de cada realidade e aos recursos que as diferentes entidades tiverem para investir.

Em formato cd-rom, este produto foi concebido no âmbito do projecto Orientar, Servir e Apoiar, liderado pela Fundação Eugénio de Almeida e desenvolvido em parceria com a Cáritas Diocesana de Évora, a Obra de São José Operário, o Núcleo Empresarial da Região de Évora e a Beira Serra – Associação de Desenvolvimento Local, com o apoio da iniciativa comunitária EQUAL.

Procurando difundir o modelo experimentado com grande sucesso no concelho de Évora, esta ferramenta é composta por cinco secções: o referencial metodológico, que inclui as etapas e os recursos necessários para a implementação de um NVP; orientações de comunicação, que visam a criação de uma identidade e de um plano de comunicação, que garanta a adequada visibilidade do NVP; orientações de animação, das quais constam os procedimentos fundamentais para dinamizar um NVP; orientações formativas, que contemplam workshops e acções de formação necessárias à sensibilização e capacitação de instituições e voluntários; por fim, leituras recomendadas neste âmbito. Este produto inclui ainda um filme que ilustra as actividades desenvolvidas no projecto.

As instituições interessadas poderão solicitar a Officebox do Voluntariado ao Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida através do telefone 266 748 300 ou pelo e-mail mailto:bancodevoluntariado@fea-evora.com.pt

Desafios do Voluntariado: Ética e acção

III Encontro
Desafios do Voluntariado: Ética e acção


A Ética no Voluntariado foi o tema do III Encontro Desafios do Voluntariado, realizado no passado dia 27 de Março, em Évora, no âmbito dos Núcleos de Voluntariado de Proximidade existentes na cidade.

O Encontro foi promovido pela Fundação Eugénio de Almeida em parceria com a Universidade Sénior de Évora (USE), entidade membro do Núcleo de Voluntariado da Senhora da Saúde. A sede da USE acolheu cerca de vinte voluntários, pertencentes aos Núcleos de Voluntariado de Proximidade da Malagueira, Centro Histórico, Bacelo e Senhora da Saúde.

Os voluntários começaram por participar em algumas actividades lúdicas para se conhecerem mutuamente e assim ser mais fácil a aproximação e o diálogo entre todos. Da partilha de conhecimento adquirido e da troca de experiências, os participantes passaram rapidamente ao momento de responder ao desafio deste encontro: realizar um exercício sobre o código ético do voluntário.

Divididos em quatro equipas, os participantes enunciaram, debateram e elegeram um conjunto de deveres dos voluntários para com os outros voluntários, a sociedade, os beneficiários e as organizações, e também os deveres destes para com eles.

As pistas de reflexão e acção que a diversidade dos contributos permitiu identificar concorreram todas para um fim comum: sensibilizar os participantes para o reforço do impacto positivo das suas actividades na comunidade, enquanto voluntários, através da adopção de um conjunto de práticas que expressem e reforcem a sua identidade ética.

Foi também convidado para este encontro Luís Sebastião, docente da Universidade de Évora e formador dos Cursos de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida, que, para finalizar e em jeito de súmula, falou sobre a Ética do Voluntariado e os processos que nesse âmbito ali foram desenvolvidos.

Os participantes foram unânimes em reconhecer a importância deste género de iniciativas, não só do ponto de vista da sua participação nos Núcleos de Voluntariado de Proximidade, mas também pela oportunidade de contacto directo com outras pessoas que partilham uma experiência de vida profundamente humana e enriquecedora.

Desafios do Voluntariado: Ética e acção

III Encontro
Desafios do Voluntariado: Ética e acção


A Ética no Voluntariado foi o tema do III Encontro Desafios do Voluntariado, realizado no passado dia 27 de Março, em Évora, no âmbito dos Núcleos de Voluntariado de Proximidade existentes na cidade.

O Encontro foi promovido pela Fundação Eugénio de Almeida em parceria com a Universidade Sénior de Évora (USE), entidade membro do Núcleo de Voluntariado da Senhora da Saúde. A sede da USE acolheu cerca de vinte voluntários, pertencentes aos Núcleos de Voluntariado de Proximidade da Malagueira, Centro Histórico, Bacelo e Senhora da Saúde.

Os voluntários começaram por participar em algumas actividades lúdicas para se conhecerem mutuamente e assim ser mais fácil a aproximação e o diálogo entre todos. Da partilha de conhecimento adquirido e da troca de experiências, os participantes passaram rapidamente ao momento de responder ao desafio deste encontro: realizar um exercício sobre o código ético do voluntário.

Divididos em quatro equipas, os participantes enunciaram, debateram e elegeram um conjunto de deveres dos voluntários para com os outros voluntários, a sociedade, os beneficiários e as organizações, e também os deveres destes para com eles.

As pistas de reflexão e acção que a diversidade dos contributos permitiu identificar concorreram todas para um fim comum: sensibilizar os participantes para o reforço do impacto positivo das suas actividades na comunidade, enquanto voluntários, através da adopção de um conjunto de práticas que expressem e reforcem a sua identidade ética.

Foi também convidado para este encontro Luís Sebastião, docente da Universidade de Évora e formador dos Cursos de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida, que, para finalizar e em jeito de súmula, falou sobre a Ética do Voluntariado e os processos que nesse âmbito ali foram desenvolvidos.

Os participantes foram unânimes em reconhecer a importância deste género de iniciativas, não só do ponto de vista da sua participação nos Núcleos de Voluntariado de Proximidade, mas também pela oportunidade de contacto directo com outras pessoas que partilham uma experiência de vida profundamente humana e enriquecedora.

Resgatar Laços de Solidariedade

Resgatar Laços de Solidariedade

«Entre-Ajuda entre Vizinhos para a Conciliação da Vida Familiar e Profissional»



Dê o seu tempo, a sua mão, o seu abraço, porque ajudar é preciso. Estas são as mensagens com que o projecto EQUAL “Orientar, Servir e Apoiar: Promover a Conciliação Vida Familiar e Profissional” tem vindo a pintar as ruas de algumas freguesias do concelho de Évora. Investir na promoção de uma cultura de voluntariado como expressão de cidadania activa é a proposta deste projecto, que pretende dar uma resposta alternativa aos crescentes constrangimentos sociais e laborais que dificultam a conciliação da vida familiar e profissional. Como resultado desta acção, foram concebidos e implantados os “Núcleos de Voluntariado de Proximidade” (NVP), que criaram uma dinâmica de voluntariado e entreajuda vicinal (entre vizinhos), contribuindo para o desenvolvimento de uma nova consciência solidária.

Ler mais (...)

Resgatar Laços de Solidariedade

Resgatar Laços de Solidariedade

«Entre-Ajuda entre Vizinhos para a Conciliação da Vida Familiar e Profissional»



Dê o seu tempo, a sua mão, o seu abraço, porque ajudar é preciso. Estas são as mensagens com que o projecto EQUAL “Orientar, Servir e Apoiar: Promover a Conciliação Vida Familiar e Profissional” tem vindo a pintar as ruas de algumas freguesias do concelho de Évora. Investir na promoção de uma cultura de voluntariado como expressão de cidadania activa é a proposta deste projecto, que pretende dar uma resposta alternativa aos crescentes constrangimentos sociais e laborais que dificultam a conciliação da vida familiar e profissional. Como resultado desta acção, foram concebidos e implantados os “Núcleos de Voluntariado de Proximidade” (NVP), que criaram uma dinâmica de voluntariado e entreajuda vicinal (entre vizinhos), contribuindo para o desenvolvimento de uma nova consciência solidária.

Ler mais (...)

Fundação Eugénio de Almeida Promove Debate sobre V

Neste encontro, realizado no Auditório do Fórum Eugénio de Almeida, participaram diversos representantes de instituições sociais e culturais do Distrito, bem como muitos voluntários.

Na abertura dos trabalhos, Maria do Céu Ramos, Secretária-Geral da Fundação, realçou a forte aposta da Fundação no Voluntariado “que assenta, em grande parte, nos mesmos valores desta instituição: não só num primeiro nível de leitura - solidariedade, generosidade  e partilha -, mas também ao nível da entrega, do compromisso responsável, do trabalho construtivo, do espírito de serviço”. E sublinhou: “A Fundação acredita no voluntariado enquanto paradigma de participação cívica e social; acredita no seu potencial de transformação efectiva na solução dos problemas”.

José António Calixto, Director da Biblioteca Pública de Évora, salientou o sucesso do projecto realizado em parceria com a Fundação - Voluntariado Cultural e Biblioteca. Esta Biblioteca, com mais de duzentos anos, cumpre simultaneamente duas missões: por um lado, recolher, salvaguardar e divulgar um rico património documental; por outro, facilitar o acesso da comunidade local à educação, à informação e ao conhecimento, e ainda à recreação e lazer. “As restrições orçamentais e a falta de recursos humanos”, conforme referiu, “são dificuldades contra as quais a Biblioteca se debate, pelo que projectos como este vêm ajudar a reforçar e ampliar a sua ligação e o serviço que presta à comunidade.

Em seguida, os técnicos do projecto Voluntariado Cultural e Biblioteca - Tânia Silva, pela Fundação Eugénio de Almeida, e Jorge Lopes, pela Biblioteca Pública de Évora – apresentaram uma síntese das actividades desenvolvidas: Pontes de Leitura e Prazer em Conhecer.

Um dos pontos altos do programa foi o painel de testemunhos que deu a conhecer as experiências vividas pelas voluntárias Maria Carolina Terra e Maria do Carmo Rico que, durante seis meses, realizaram sessões de animação em torno do livro, para crianças e idosos, visitas guiadas à Biblioteca, sessões de contos e poesia e encontros temáticos, entre outras. As estas vozes juntaram-se as de Maria da Conceição Murcho, Responsável do Lar do Centro Social e Paroquial de São Paulo e Henrique Velez, Responsável do ATL da ADBES -Associação para o Desenvolvimento e Bem Estar Social da Cruz da Picada.

No início da tarde, Fernando Nunes Canha da Silva, Administrador da Fundação Eugénio de Almeida, deu a conhecer aos participantes do encontro as linhas orientadoras do trabalho daquela instituição para uma nova dinâmica do voluntariado. Nas suas palavras, esta “passa, em primeiro lugar, pela sensibilização dos cidadãos e das instituições para esta prática solidária, mostrando a sua riqueza transformadora. Passa, também, por um investimento sério e activo na formação e qualificação dos voluntários; e pelo apoio às instituições na concepção e gestão de projectos de voluntariado, contribuindo activamente para um conhecimento aprofundado desta temática. Para isso mesmo a Fundação criou, em 2005, o Banco de Voluntariado.” E mais adiante, concluiu: “O voluntariado constitui, sobretudo, um compromisso de cada pessoa com um projecto de partilha e transformação social, uma forma de actuação com identidade própria, diversa e complementar do papel que cabe às instituições e ao Estado”.

O Voluntariado de Proximidade foi o fio condutor da última parte do programa, que incluiu duas mesas temáticas sobre Núcleos de Voluntariado de Proximidade e a Gestão do Voluntariado. No primeiro caso, os participantes reflectiram e trocaram impressões sobre uma nova forma de concretizar o trabalho voluntário, já implementada em algumas freguesias da cidade. Os voluntários desenvolvem a sua actividade a nível local, dando apoio pessoal e social a pessoas, famílias ou instituições com os quais têm em comum a proximidade geográfica. Os Núcleos de Voluntariado de Proximidade nasceram no âmbito do projecto Orientar, Servir e Apoiar: promover a conciliação da vida familiar/profissional, desenvolvido numa parceria que integra a Fundação Eugénio de Almeida, entidade interlocutora, a Obra de São José Operário, a Cáritas Diocesana de Évora, o Núcleo Empresarial da Região de Évora e a Beira Serra – Associação de Desenvolvimento Local. Paralelamente, foi debatida a questão da gestão dos recursos humanos voluntários nas instituições, com enfoque nos aspectos relativos à sua captação, integração e motivação, entre outros.

FEA Promove Debate sobre Voluntariado

Neste encontro, realizado no Auditório do Fórum Eugénio de Almeida, participaram diversos representantes de instituições sociais e culturais do Distrito, bem como muitos voluntários.

Na abertura dos trabalhos, Maria do Céu Ramos, Secretária-Geral da Fundação, realçou a forte aposta da Fundação no Voluntariado “que assenta, em grande parte, nos mesmos valores desta instituição: não só num primeiro nível de leitura - solidariedade, generosidade e partilha -, mas também ao nível da entrega, do compromisso responsável, do trabalho construtivo, do espírito de serviço”. E sublinhou: “A Fundação acredita no voluntariado enquanto paradigma de participação cívica e social; acredita no seu potencial de transformação efectiva na solução dos problemas”.

José António Calixto, Director da Biblioteca Pública de Évora, salientou o sucesso do projecto realizado em parceria com a Fundação - Voluntariado Cultural e Biblioteca. Esta Biblioteca, com mais de duzentos anos, cumpre simultaneamente duas missões: por um lado, recolher, salvaguardar e divulgar um rico património documental; por outro, facilitar o acesso da comunidade local à educação, à informação e ao conhecimento, e ainda à recreação e lazer. “As restrições orçamentais e a falta de recursos humanos”, conforme referiu, “são dificuldades contra as quais a Biblioteca se debate, pelo que projectos como este vêm ajudar a reforçar e ampliar a sua ligação e o serviço que presta à comunidade.

Em seguida, os técnicos do projecto Voluntariado Cultural e Biblioteca - Tânia Silva, pela Fundação Eugénio de Almeida, e Jorge Lopes, pela Biblioteca Pública de Évora – apresentaram uma síntese das actividades desenvolvidas: Pontes de Leitura e Prazer em Conhecer.

Um dos pontos altos do programa foi o painel de testemunhos que deu a conhecer as experiências vividas pelas voluntárias Maria Carolina Terra e Maria do Carmo Rico que, durante seis meses, realizaram sessões de animação em torno do livro, para crianças e idosos, visitas guiadas à Biblioteca, sessões de contos e poesia e encontros temáticos, entre outras. As estas vozes juntaram-se as de Maria da Conceição Murcho, Responsável do Lar do Centro Social e Paroquial de São Paulo e Henrique Velez, Responsável do ATL da ADBES -Associação para o Desenvolvimento e Bem Estar Social da Cruz da Picada.

No início da tarde, Fernando Nunes Canha da Silva, Administrador da Fundação Eugénio de Almeida, deu a conhecer aos participantes do encontro as linhas orientadoras do trabalho daquela instituição para uma nova dinâmica do voluntariado. Nas suas palavras, esta “passa, em primeiro lugar, pela sensibilização dos cidadãos e das instituições para esta prática solidária, mostrando a sua riqueza transformadora. Passa, também, por um investimento sério e activo na formação e qualificação dos voluntários; e pelo apoio às instituições na concepção e gestão de projectos de voluntariado, contribuindo activamente para um conhecimento aprofundado desta temática. Para isso mesmo a Fundação criou, em 2005, o Banco de Voluntariado.” E mais adiante, concluiu: “O voluntariado constitui, sobretudo, um compromisso de cada pessoa com um projecto de partilha e transformação social, uma forma de actuação com identidade própria, diversa e complementar do papel que cabe às instituições e ao Estado”.

O Voluntariado de Proximidade foi o fio condutor da última parte do programa, que incluiu duas mesas temáticas sobre Núcleos de Voluntariado de Proximidade e a Gestão do Voluntariado. No primeiro caso, os participantes reflectiram e trocaram impressões sobre uma nova forma de concretizar o trabalho voluntário, já implementada em algumas freguesias da cidade. Os voluntários desenvolvem a sua actividade a nível local, dando apoio pessoal e social a pessoas, famílias ou instituições com os quais têm em comum a proximidade geográfica. Os Núcleos de Voluntariado de Proximidade nasceram no âmbito do projecto Orientar, Servir e Apoiar: promover a conciliação da vida familiar/profissional, desenvolvido numa parceria que integra a Fundação Eugénio de Almeida, entidade interlocutora, a Obra de São José Operário, a Cáritas Diocesana de Évora, o Núcleo Empresarial da Região de Évora e a Beira Serra – Associação de Desenvolvimento Local. Paralelamente, foi debatida a questão da gestão dos recursos humanos voluntários nas instituições, com enfoque nos aspectos relativos à sua captação, integração e motivação, entre outros.

MOSTRA DE PROJECTOS DE VOLUNTARIADO EM ÉVORA

Em Dezembro de 1985, a Assembleia Geral das Nações Unidas criou o Dia Internacional do Voluntário para o Desenvolvimento Económico e Social, com o objectivo de incentivar a participação voluntária e divulgar o importante trabalho dos voluntários a nível mundial.

Convidados pela ONU a celebrar anualmente esta prática de cidadania, milhares de organizações públicas e privadas de todo o mundo mobilizam-se e desenvolvem um conjunto de iniciativas que promovem um melhor conhecimento sobre a prática do voluntariado.

A mostra de projecto de voluntariado Ser Voluntário, organizada pelo Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, constitui-se como o primeiro encontro interinstitucional alargado para partilha de informação, divulgação e promoção do voluntariado na região.

Nesta mostra estiveram representados mais de duas dezenas de projectos de voluntariado nas mais diversas áreas (social, cultural, ambiental, hospitalar, entre outras), promovidos pelas seguintes entidades: Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida; Arte e Saber – Núcleo de Aprendizagem Integral; Associação Cantinho dos Animais; Associação Chão dos Meninos; Associação de Paralisia Cerebral de Évora; Banco Alimentar Contra a Fome; Biblioteca Pública de Évora; Câmara Municipal de Évora; Cáritas Diocesana de Évora; Centro de Estudos da Avifauna Ibérica; Cruz Vermelha Portuguesa; CSP de Santo André (Estremoz); GARE – Associação para a Promoção de uma Cultura de Segurança Rodoviária; Instituto Português da Juventude; Liga dos Amigos do Hospital do Espírito Santo; Liga Portuguesa Contra o Cancro; Monte Desenvolvimento do Alentejo Central, ACE; Núcleo de Voluntariado do Bacelo; PédeXumbo; SCM Campo Maior e Universidade Sénior de Évora.

As entidades presentes foram unânimes em reconhecer a importância deste género de iniciativas, não só do ponto de vista da divulgação dos seus projectos de voluntariado junto da comunidade, mas também pela oportunidade de contacto e troca de experiências com entidades que partilham o mesmo interesse: a promoção e qualificação do voluntariado.

BE A VOLUNTEER WORKSHOP II (University Students)

No passado dia 16 de Novembro decorreu o Workshop Ser Voluntário II dirigido a alunos do ensino universitário. Esta iniciativa organizada no âmbito do projecto “Orientar, Servir e Apoiar”, apoiado pela iniciativa comunitária EQUAL, contou com a presença de 29 jovens universitários.

A organização esteve a cargo da Fundação Eugénio de Almeida e da Obra de São José Operário que contaram com a colaboração da Pastoral Universitária.

Este Wokshop teve como objectivo divulgar conceitos, práticas e oportunidades de voluntariado junto dos alunos universitários e estimular o debate e a reflexão de temáticas associadas ao voluntariado, tais como as desigualdades, a exclusão social, a cidadania e a conciliação da vida familiar e profissional.

A dinamização desta iniciativa esteve a cargo do Centro de Formação em Voluntariado do ISU – Instituto para a Solidariedade e Cooperação Universitária.


Bacelo Voluntary Outreach Work

No âmbito de um projecto experimental, a Fundação Eugénio de Almeida, a Obra de S. José Operário, a Caritas Diocesana de Évora, o Núcleo Empresarial da Região de Évora e a Beira Serra – Associação Promotora do Desenvolvimento Rural Integrado procuram criar uma nova forma de concretizar o trabalho voluntário com base numa relação de proximidade.

O Núcleo de Voluntariado de Proximidade do Bacelo (NVP) é o primeiro, dos quatro previstos no projecto, a entrar em funcionamento e conta já com a colaboração de 13 entidades que projectam a sua actividade nesta freguesia e que têm contribuído para a organização desta estrutura.

O voluntariado de proximidade, que se promove através do NVP consiste na actividade desenvolvida pelos voluntários da freguesia, baseada nas relações de proximidade, no sentido de prestar apoio pessoal e social, a pessoas, famílias ou instituições, em contexto domiciliário e/ou institucional, procurando dar resposta a problemas que não carecem de uma resposta específica de natureza técnica e profissional.

Qualquer pessoa que resida ou trabalhe na freguesia do Bacelo pode inscrever-se para ser voluntário no NVP do Bacelo, para tal só terá de dirigir-se a uma das entidades membros* do NVP e solicitar uma ficha de inscrição do voluntário, ou inscrever-se através do site do Banco de Voluntariado.

Da mesma forma, qualquer pessoa residente na freguesia do Bacelo que necessite de apoio voluntário para a resolução de um problema social e familiar (ex. acompanhamento de idosos ou crianças) poderá fazer a sua inscrição junto destas entidades*, que se encarregarão dos procedimentos necessários para encaminhar um voluntário com capacidade e disponibilidade para a realização da tarefa.

PARTICIPE NESTE PROJECTO.

Cooperating to promote volunteering

Com o objectivo de promover a cooperação inter-institucional e contribuir para a promoção do voluntariado no distrito de Évora, o Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida promoveu, nos passados dias 18 e 20 de Janeiro, sessões de trabalho em conjunto com instituições sociais e culturais dos concelhos de Évora, Estremoz e Arraiolos.

Com esta iniciativa o Banco pretendeu reforçar a sua colaboração com as entidades locais e apresentar os objectivos e metodologia de funcionamento do Banco de Voluntariado.

Dinamizadas pela equipa técnica do Banco de Voluntariado, estas sessões deram lugar ao debate sobre um conjunto alargado de temas genéricos e questões operacionais, entre os quais alguns esclarecimentos sobre a ficha de inscrição das entidades no Banco, considerações sobre a elaboração do programa (contrato) entre instituição e voluntário, debate sobre os procedimentos gerais para a implementação de projectos de voluntariado e sobre os direitos e deveres dos voluntários, entre outros.

A metodologia participativa da sessão, abriu caminho para uma troca de ideias e experiências de entidades com vocações e sensibilidades distintas, em torno do voluntariado, o que contribuiu para que surgissem novas pistas para futuras sessões de trabalho.

O balanço final efectuado pelas instituições presentes, foi extremamente positivo e o Banco de Voluntariado pretende repetir aquilo que considerou uma prática bem sucedida.

Volunteering Trainer Training

Na sequência do processo de publicação do Manual do Formador em Voluntariado, do Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado realizou-se nos dias 17 e 18 de Novembro uma acção de Formação para Formadores em Voluntariado, promovida pelo CNPV, em colaboração com a Fundação Eugénio de Almeida.

Esta iniciativa, que tem como objectivo a criação de Bolsas de Formadores em todo o país, teve lugar no Fórum Eugénio de Almeida e contou com apresença de 19 participantes de diversas entidades da região.

FEA Volunteer Centre website

A Fundação Eugénio de Almeida lançou um novo website para promover o encontro de necessidades e vontades de voluntariado.

O sitio está baseado numa base de dados relacional e permite a interacção directa com os visitantes com consultas imediatas e novos registos online.

Launch of the Volunteer Centre

Decorreu no passado dia 23 de Novembro a sessão de apresentação pública do Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida. O evento decorreu no Fórum Eugénio de Almeida, em Évora e contou com a presença de representantes de diversas entidades oficiais.

MOSTRA DE PROJECTOS DE VOLUNTARIADO EM ÉVORA

Em Dezembro de 1985, a Assembleia Geral das Nações Unidas criou o Dia Internacional do Voluntário para o Desenvolvimento Económico e Social, com o objectivo de incentivar a participação voluntária e divulgar o importante trabalho dos voluntários a nível mundial.

Convidados pela ONU a celebrar anualmente esta prática de cidadania, milhares de organizações públicas e privadas de todo o mundo mobilizam-se e desenvolvem um conjunto de iniciativas que promovem um melhor conhecimento sobre a prática do voluntariado.

A mostra de projecto de voluntariado Ser Voluntário, organizada pelo Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, constitui-se como o primeiro encontro interinstitucional alargado para partilha de informação, divulgação e promoção do voluntariado na região.

Nesta mostra estiveram representados mais de duas dezenas de projectos de voluntariado nas mais diversas áreas (social, cultural, ambiental, hospitalar, entre outras), promovidos pelas seguintes entidades: Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida; Arte e Saber – Núcleo de Aprendizagem Integral; Associação Cantinho dos Animais; Associação Chão dos Meninos; Associação de Paralisia Cerebral de Évora; Banco Alimentar Contra a Fome; Biblioteca Pública de Évora; Câmara Municipal de Évora; Cáritas Diocesana de Évora; Centro de Estudos da Avifauna Ibérica; Cruz Vermelha Portuguesa; CSP de Santo André (Estremoz); GARE – Associação para a Promoção de uma Cultura de Segurança Rodoviária; Instituto Português da Juventude; Liga dos Amigos do Hospital do Espírito Santo; Liga Portuguesa Contra o Cancro; Monte Desenvolvimento do Alentejo Central, ACE; Núcleo de Voluntariado do Bacelo; PédeXumbo; SCM Campo Maior e Universidade Sénior de Évora.

As entidades presentes foram unânimes em reconhecer a importância deste género de iniciativas, não só do ponto de vista da divulgação dos seus projectos de voluntariado junto da comunidade, mas também pela oportunidade de contacto e troca de experiências com entidades que partilham o mesmo interesse: a promoção e qualificação do voluntariado.

WORKSHOP SER VOLUNTÁRIO II (Alunos Universitários)

No passado dia 16 de Novembro decorreu o Workshop Ser Voluntário II dirigido a alunos do ensino universitário. Esta iniciativa organizada no âmbito do projecto “Orientar, Servir e Apoiar”, apoiado pela iniciativa comunitária EQUAL, contou com a presença de 29 jovens universitários.

A organização esteve a cargo da Fundação Eugénio de Almeida e da Obra de São José Operário que contaram com a colaboração da Pastoral Universitária.

Este Wokshop teve como objectivo divulgar conceitos, práticas e oportunidades de voluntariado junto dos alunos universitários e estimular o debate e a reflexão de temáticas associadas ao voluntariado, tais como as desigualdades, a exclusão social, a cidadania e a conciliação da vida familiar e profissional.

A dinamização desta iniciativa esteve a cargo do Centro de Formação em Voluntariado do ISU – Instituto para a Solidariedade e Cooperação Universitária.


Voluntariado de Proximidade no Bacelo

No âmbito de um projecto experimental, a Fundação Eugénio de Almeida, a Obra de S. José Operário, a Caritas Diocesana de Évora, o Núcleo Empresarial da Região de Évora e a Beira Serra – Associação Promotora do Desenvolvimento Rural Integrado procuram criar uma nova forma de concretizar o trabalho voluntário com base numa relação de proximidade.

O Núcleo de Voluntariado de Proximidade do Bacelo (NVP) é o primeiro, dos quatro previstos no projecto, a entrar em funcionamento e conta já com a colaboração de 13 entidades que projectam a sua actividade nesta freguesia e que têm contribuído para a organização desta estrutura.

O voluntariado de proximidade, que se promove através do NVP consiste na actividade desenvolvida pelos voluntários da freguesia, baseada nas relações de proximidade, no sentido de prestar apoio pessoal e social, a pessoas, famílias ou instituições, em contexto domiciliário e/ou institucional, procurando dar resposta a problemas que não carecem de uma resposta específica de natureza técnica e profissional.

Qualquer pessoa que resida ou trabalhe na freguesia do Bacelo pode inscrever-se para ser voluntário no NVP do Bacelo, para tal só terá de dirigir-se a uma das entidades membros* do NVP e solicitar uma ficha de inscrição do voluntário, ou inscrever-se através do site do Banco de Voluntariado.

Da mesma forma, qualquer pessoa residente na freguesia do Bacelo que necessite de apoio voluntário para a resolução de um problema social e familiar (ex. acompanhamento de idosos ou crianças) poderá fazer a sua inscrição junto destas entidades*, que se encarregarão dos procedimentos necessários para encaminhar um voluntário com capacidade e disponibilidade para a realização da tarefa.

PARTICIPE NESTE PROJECTO.

Cooperar para promover o voluntariado

Com o objectivo de promover a cooperação inter-institucional e contribuir para a promoção do voluntariado no distrito de Évora, o Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida promoveu, nos passados dias 18 e 20 de Janeiro, sessões de trabalho em conjunto com instituições sociais e culturais dos concelhos de Évora, Estremoz e Arraiolos.

Com esta iniciativa o Banco pretendeu reforçar a sua colaboração com as entidades locais e apresentar os objectivos e metodologia de funcionamento do Banco de Voluntariado.

Dinamizadas pela equipa técnica do Banco de Voluntariado, estas sessões deram lugar ao debate sobre um conjunto alargado de temas genéricos e questões operacionais, entre os quais alguns esclarecimentos sobre a ficha de inscrição das entidades no Banco, considerações sobre a elaboração do programa (contrato) entre instituição e voluntário, debate sobre os procedimentos gerais para a implementação de projectos de voluntariado e sobre os direitos e deveres dos voluntários, entre outros.

A metodologia participativa da sessão, abriu caminho para uma troca de ideias e experiências de entidades com vocações e sensibilidades distintas, em torno do voluntariado, o que contribuiu para que surgissem novas pistas para futuras sessões de trabalho.

O balanço final efectuado pelas instituições presentes, foi extremamente positivo e o Banco de Voluntariado pretende repetir aquilo que considerou uma prática bem sucedida.

Lançamento do Banco de Voluntariado

Decorreu no passado dia 23 de Novembro a sessão de apresentação pública do Banco de Voluntariado da Fundação Eugénio de Almeida. O evento decorreu no Fórum Eugénio de Almeida, em Évora e contou com a presença de representantes de diversas entidades oficiais.

Partilhar conteúdo: