Voluntariado de Proximidade

Os Núcleos de Voluntariado de Proximidade de Évora têm por base a prática de voluntariado numa ótica territorial, baseada nas relações de proximidade, confiança e vizinhança, no sentido de prestar apoio a pessoas, famílias ou instituições, procurando dar respostas em contexto domiciliário e/ou institucional, a problemas que não carecem de uma resposta específica de natureza técnica e/ou profissional.

Estas estruturas assentam na colaboração entre diferentes entidades com sede ou atuação direta numa freguesia (convocadas pela entidade promotora a serem parceiros ativos deste projeto), apoiado pela mediação de Conselheiros (voluntários sugeridos e eleitos pelas entidades parceiras) que dinamizam o funcionamento do Núcleo, encaminhando os voluntários em função dos apoios solicitados.

 

São grupo alvo, ou destinatários da ação voluntária neste projeto, pessoas ou famílias (com residência nas freguesias da Senhora da Saúde, Bacelo, Malagueira, Horta das Figueiras e freguesias do Centro Histórico de Évora) que apresentem problemas de cariz pessoal e familiar que não tenham resposta das redes de solidariedade informais (família, amigos...) nem das organizações prestadoras de serviços. Entre estes encontram-se: idosos em situação de isolamento; famílias com idosos dependentes a cargo; famílias monoparentais; famílias com pessoas deficientes a cargo; ex-reclusos com dificuldades de inserção; famílias com vítimas de violência doméstica; adultos iletrados; famílias com doentes em situação de cuidados paliativos; jovens com necessidades de acompanhamento ao estudo; entre outros.

 

As atividades de apoio pessoal referem-se, na sua maioria, ao acompanhamento pessoal a vários tipos de público em situação de vulnerabilidade, através de atividades lúdicas (animação, leituras, caminhadas, ?) ou de cariz social (toma de medicamentos, idas ao médico, acompanhamento na hora das refeições), acompanhamento de crianças no percurso casa-escola-casa, apoio a famílias monoparentais, apoio a famílias com pessoas com deficiência a cargo, entre outros.

São igualmente destinatários deste projeto as organizações sem fins lucrativos que possam beneficiar da colaboração dos voluntários de proximidade em atividades e projetos socioculturais pontuais ou de curta duração.

 

Os apoios institucionais passam essencialmente pelo apoio e participação de voluntários em atividades e projetos socioculturais, tais como  ações formativas de curta duração, apoio à organização de atividades lúdicas, sessões de sensibilização para a prática do voluntariado ou de  interesse na comunidade, realização de ações comunitárias e solidárias, realização de atividades culturais, ambientais e outras.


Como pedir apoio?
Para requerer apoio através do Voluntariado de Proximidade poderá contactar diretamente a Fundação Eugénio de Almeida através dos contactos: 266 748 300 ou bancodevoluntariado@fea.pt

Como tornar-se voluntário neste projeto?
Para se inscrever no Voluntariado de Proximidade deverá fazer o seu registo na Área de Voluntários deste site ou contactar Fundação Eugénio de Almeida através dos contactos: 266 748 300 ou bancodevoluntariado@fea.pt

Partilhar conteúdo: