REVITALIZAÇÃO DE ESCULTURA EM MONTEMOR-O-NOVO

A Oficinas do Convento está a acolher a escultora brasileira Rosana Bortolin, que tem desenvolvido trabalho no Telheiro da Encosta do Castelo (http://telheiro.oficinasdoconvento.com), no âmbito do seu doutoramento. A escultura ‘Ninho’, por si realizada no Simpósio ‘Habitar 2001’ no espaço do Castelo de Montemor-o-Novo, foi vandalizada, encontrando-se em estado de ruína.

Desde a sua construção, em 2001, outras ruínas foram descobertas no espaço envolvente do castelo pela equipa de arqueólogos do Programa do Castelo – Câmara Municipal de Montemor-o-Novo: as das antigas vilas habitadas do castelo.

Assim entendemos que poderíamos resgatar esta escultura, recontextualizando-a no espaço.

O resgate acontecerá a partir da construção de uma nova peça no seu redor : um muro em espiral, feito em pedra e tijolo rebocado no interior, onde vão ser inscritas palavras usando o esgrafitado. Procurar-se-á a experimentação das técnicas construtivas presentes nas ruínas da vila, reutilizando os materiais retirados das escavações ( pedras e terra aos quais se juntarão barro, cinza e cal), que permitirão compreender melhor o espaço arqueológico, transformando esta construção num local de informação para os visitantes.

Desta forma supomos criar novas relações com o espaço, documentar estes processos e potenciar a continuação do seu uso.

Por esta razão vimos solicitar o apoio DOS VOLUNTÁRIOS para a sua concretização, pessoas com conhecimentos e/ou interesse nas áreas das Artes Plásticas, Escultura, Arquitectura, Conservação e Restauro e Arqueologia.

Os trabalhos vão realizar-se durante os fins de semana de Novembro, a começar já no próximo (dias 5 e 6).
 
O Convento de S. Francisco, sede da Associação, tem uma camarata disponível para acolher os voluntários.

Os interessados deverão responder a este e-mail (bancodevoluntariado@fea.pt), preferencialmente até dia 4 de Novembro às 12h00, indicando a sua disponibilidade.

Partilhar conteúdo: