Cozinha Social da Fundação Eugénio de Almeida conta com apoio de jovens voluntários

No âmbito do Fundo Financeiro Extraordinário que a Fundação Eugénio de Almeida constituiu, com o objetivo de mitigar os impactos negativos da pandemia de Covid-19 na região de Évora, inclui-se a resposta de Cozinha Social, a qual contribui para assegurar necessidades básicas de alimentação da comunidade da cidade de Évora. 

A Cozinha Social da Fundação Eugénio de Almeida, que funciona todos os dias da semana, presta apoio a pessoas e famílias que se encontrem em situação de vulnerabilidade, através da doação de duas refeições por dia.

Para estar ainda mais próxima das pessoas, criar laços de afetividade e solidariedade, a Fundação organizou um projeto de voluntariado que auxilia na entrega das refeições aos beneficiários finais.

Este conjunto de jovens voluntários, diariamente oferece o seu sorriso, solidariedade, esperança e confiança no futuro a cada uma das pessoas que, neste momento particular, precisa deste apoio.

Os voluntários integrados neste Projeto cumprem com todas as orientações da Direção Geral de Saúde para a autoproteção e prevenção do contágio a terceiros, bem como estão enquadrados de acordo com as melhores práticas de gestão de projetos em voluntariado, tendo já sido realizadas mais de 150h de voluntariado.

Se quiser fazer parte desta equipa, consulte a Oportunidade de Voluntariado em (https://www.fea.pt/banco-voluntariado/6864-) ou contacte-nos através de bancodevoluntariado@fea.pt .

Para beneficiar do apoio da Cozinha Social, pode contactar a Fundação através de cozinha.social@fea.pt fundamentando a sua solicitação de apoio.

 

Partilhar conteúdo: