Tránsitos de naualli

Marta Palau

 

 

1Cascada, 1978, Instalação, MUAC/UNAM

 

 

No ano em que se celebra os 150 anos de Relações Diplomáticas entre o México e Portugal, o Fórum Eugénio de Almeida apresenta a exposição Tránsitos de naualli da artista mexicana Marta Palau. Perante uma visão de mundo ditada a partir da lógica do poder, a artista propõe a criação artística como uma opção que mantém um compromisso com a realidade, enquanto procura restaurar a nossa relação com a terra, a memória e o pensamento que reconhece na essência dos rituais e mitos formas de resistência. Palau encontrou na figura de Naualli - bruxa, vidente, curandeira - uma representação simbólica desse poder criativo que, a partir da arte, convoca à resistência através da imaginação ativa, reconciliando o arcaico com o presente e encontrando novas formas de interpretar os traços individuais e coletivos. Tránsitos de Naualli propõe uma viagem por alguns dos caminhos percorridos por esta Naualli: a sua celebração do feminino, a sua atenção aos mitos de origem e migração, o seu interesse pelos imaginários mágicos e proféticos, bem como a sua vontade de representar, no luto funerário, uma procura das injustiças nacionais e globais.

Ao conjurar sinais nutridos do passado, Palau nunca descura o presente; na sua arte, a atualidade encontra um significado profundo e vital.

 

Lista de Obras

 

 

 

logos2Logosite
 

 

Partilhar conteúdo: