Papéis há muitos

Espetáculo de teatro para a infância

 

Comemorações do Dia Mundial da Criança

31 de maio | 10h30 / 14h30

Centro de Arte e Cultura

 

O espetáculo Papéis há muitos é uma história de mar que nos fala do Baleeiro Pequod, do seu Capitão, da Baleia, dos Homens, do medo, da vida e de como a mesma história tem sempre dois lados. Através da manipulação de objectos de papel, dos sons, do gesto e da palavra damos a conhecer às crianças a famosa Baleia Branca.

Ao baleeiro Pequod nunca nenhuma baleia escapou. Nenhuma, excepto aquela que o capitão mais deseja caçar. Uma baleia branca, uma baleia gigante. Conseguirá a tripulação capturar a mais famosa baleia do oceano? Conseguirão eles convencer o capitão a voltar para casa ou será o capitão quem os convence a vencer o medo? Quem vencerá? O capitão diz que o homem é o ser mais forte da natureza. Será? Conto-vos esta história feita de palavras, imagens e muito papel. Papéis aqui...há muitos, mas...e tu... que papel queres ter nesta história? De que lado estás? Quantas histórias são uma história? Quantas versões pode ter a mesma história? Quando decidimos contar, escolhemos um ponto de vista. Quando se conta a história do baleeiro Pequod conta-se a história de um capitão que persegue cegamente uma baleia para se vingar dela. Esta baleia é vista como uma assassina. Mas porque mata ela? Se fossem perseguidos não matariam também? Quando contamos escolhemos um lado. É impossível não o fazer. Será que as crianças têm consciência disso? Que ouvem sempre um lado da história? Há sempre vários lados...vamos conhecer dois e depois quem sabe descobrimos outros.

 

Criação de Carolina Parreira, a partir de Moby Dick, de Herman Melville

Para crianças a partir dos 3 anos

Duração do espectáculo: 30 minutos

2,00€ / aluno

 

Inscrições através do email servicoeducativo@fea.pt ou do telefone 266 748 350

 

 

Carolina Parreira é atriz, criadora e professora de teatro. Estreou-se em 2011 na Companhia A Bruxa Teatro. É criadora do espectáculo Papéis Há Muitos (2017) e de números de clown. É colaboradora da companhia A Barraca desde 2012 tendo trabalhado com os encenadores Maria do Céu Guerra, Hélder Costa e Rita Lello. É colaboradora da Companhia do Teatro Bocage desde 2017 e dá formação de Movimento e Drama ao Ensino Básico. Fez parte do colectivo A Curta, a Comprida e a do Meio (2013). É licenciada em Teatro pela Universidade de Évora (2011) e completou o curso de Formação de Actores em 2015/16 e o curso de Teatro Físico em 2016/2017 na Escola de Actores Evoé. Frequentou o curso de Drama na Manchester Metropolitan University através do Programa Erasmus (2011). Fez workshops na área de teatro com Claudio Hochman, Norman Taylor, Nuno Pino Custódio, Cia Phillipe Genty, Lume Teatro, Thomas Richard e Polina Klimovitskaya. Tem formação em Canto, Dobragens e Escrita de comédia. É fluente em Inglês e estudante da língua francesa. Na área da animação tem formação e experiência em Animação de Campos de Férias e em Pinturas Faciais. Na televisão participou na série Bem vindos a Beirais T3E112 (2014) e em Clarabóia (RTP/A Barraca, em produção).

 

 

Partilhar conteúdo: