Maria Lino

lâmina olhar animal

 

 

© Maria Lino, Sagrada Família (1987)

 

Nascida em 1944, Maria Lino dividiu o seu percurso artístico entre Portugal e a Alemanha, país onde viveu entre 1970 e 1997. Formou-se, respetivamente, na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, e na Escola de Belas Artes de Hamburgo. 

Natural do Feital, em Trancoso, regressou à sua terra natal em 1997 onde fundou o Atelier Temos Tempo, aí promovendo há cerca de duas décadas o Simpósio Internacional de Arte do Feital, conduzindo sucessivos encontros de artistas de várias gerações que, vindos de contextos diferentes, ali encontram — e delas se deixam impregnar — a espessura do tempo e a cintilação do lugar, características que o trabalho de Maria Lino convoca e explora.

A exposição que a Fundação Eugénio de Almeida apresenta será a oportunidade de revisitar e melhor conhecer uma obra lenta e atenta, que perscruta as coisas no mundo e o mundo nas coisas.

Curadoria de Nuno Faria, Pedro Januário e Diogo Pinto

 

De 13 de abril a 29 de setembro de 2019 

De terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00 

Bilhete único exposições: 2,00€ / pessoa (50% de desconto para estudantes e maiores de 65 anos; grátis para crianças até aos 12 anos) 

Entrada gratuita ao domingo e nos dias de atividades paralelas às exposições

 

 

Descarregue abaixo a brochura da exposição

 

 

Partilhar conteúdo: