Combinações improváveis
Criação de uma pintura com jogos de associação livre,
a partir da exposição Do inesgotável, de Pedro Calhau

4 - 10 anos
Duração: 1h30m
Conceção: Serviço Educativo

 

 

 
 

 

 

 

O artista

Pedro Calhau tem 38 anos, nasceu em Évora, e vive e trabalha no Alentejo e em Lisboa.

Nas suas obras de arte ele explora diferentes expressões artísticas, como o desenho, a pintura, a escultura, a gravura, a fotografia ou a combinação destas diferentes expressões. Uma das coisas que mais lhe interessa é o processo criativo, ou seja, a forma como é criada uma obra de arte. Como é que os artistas decidem o que querem fazer?

Desde muito cedo que ele se interessa por procurar e guardar imagens de coisas de que gosta. Podem ser pássaros, carros, livros, palavras cruzadas, receitas, estrelas ou vulcões, entre muitas outras coisas. Tudo o inspira!

Mais recentemente, começou a questionar as relações que se podiam estabelecer entre essas coisas e a fazer uma espécie de jogo de combinações improváveis, de afinidades, que são o ponto de partida para as suas obras de arte. Ele adora juntar coisas! Também gosta de trabalhar com séries, de explorar todas as possibilidades... repetir, repetir e repetir! Segundo o artista, só termina um trabalho quando sente que aprendeu a fazer bem, quando está satisfeito com o resultado!

Também tu és assim?

 

Clica AQUI para descobrires um pouco mais sobre o artista e a sua exposição que está no Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida.

 

 

 

 
 

 

   
 
 


Vamos começar?

Senta-te confortavelmente no sofá e pensa no seguinte: quais as coisas, ou objetos, de que gostas muito? Que relações podes estabelecer entre essas coisas? Elas terão alguma coisa em comum? Como as podes juntar numa mesma pintura?

 

 

 

 
 

 

 

a
Vais precisar de:

 

Folhas de papel

Papel de cenário ou outras, de grandes dimensões

Lápis

Pincéis

Tintas

 

   
   

 

 
 

 

 

     
 
 


Passo-a-passo

     
 
 

1. Escolhe duas coisas de que gostes muito. Pode ser um brinquedo, um livro, um puzzle, um alimento, uma peça de roupa, uma memória... o que quiseres!

 

 

 

2. Com a ajuda da tua família, regista as tuas escolhas numa folha de papel.

 

 

 
         
 

 

 

3. Consegues imaginar as duas coisas juntas? De que forma? Que relações existem entre elas? Vai tirando notas (escritas ou desenhadas) para não te esqueceres!

 

 

 

 

 4. Em papel de cenário, ou noutra folha grande, começa a desenhar a tua obra, com muita imaginação.

 
 
         
 

 

 

5. Pinta o desenho com tintas.

 

 

 

 

6. E pronto! A tua obra está terminada!

Agora que experimentaste este método de combinação, podes escolher objetos diferentes e juntá-los num novo trabalho... as possibilidades são inesgotáveis!

 

 

 
         
 

 

 



Envia-nos os resultados das tuas criações para servicoeducativo@fea.pt ... estamos muito curiosos!

 

 

 

 
 
         




 

 

 

 

 

Partilhar conteúdo: