Duas ou três coisas...


20 de janeiro | 18h00
Centro de Arte e Cultura
Entrada livre, limitada aos lugares disponíveis

É obrigatória a apresentação de certificado digital (de acordo com normas da DGS em vigor).
 
 

Uma carta e outros projetos
Com Anabela Calatróia
No apelo à participação do novo projeto de Anabela Calatroia podemos ler: "Ela é a S.H.E. (Sociedade Harmonia Eborense). As Cartas de Amor são os testemunhos que vos convidamos a escrever e a partilhar. As palavras feitas memórias escritas dos seus associados e de todos que por lá passaram e nunca mais esqueceram. Partilhem connosco um ou vários momentos por lá passados, encontros ou descobertas que por lá fizeram. Memórias cheias de pessoas ou de silêncios... Contem-lhe porque foi e ainda é importante, continuar viva, dinâmica e disponível para novos encontros." Tal como acontece em muitos dos seus projetos, a Anabela desafia-nos a participar e/ou a dialogar com os seus trabalhos que acontecem tantas vezes no espaço público, interpelando quem por eles passa.

Anabela Calatróia nasceu em 1973, em Paris. Vive em Évora, onde desenvolve a sua atividade profissional nas áreas da pintura, desenho, instalação e intervenção na paisagem. Colabora de forma regular com entidades públicas e privadas na realização de projetos artísticos e culturais. Para além das oficinas e workshops de construção de brinquedos, esculturas e outras estruturas tridimensionais a partir de material reciclado, expõe, sobretudo pintura, com regularidade desde 1994.

 

A tatuagem como uma das belas artes…
Com Ariel de Almeida (Ariel Porque Sim)

A jovem artista vem apresentar um olhar diferente sobre a tatuagem. A tatuagem como ato de auto-inscrição, focando o seu trabalho na frase “com tinta me dispo”.

Ariel de Almeida (Ariel Porque Sim) é uma estudante de artes plásticas da Universidade de Évora que quer fazer tudo. Sendo uma artista multidisciplinar, atualmente explora a tatuagem, a cerâmica, a tapeçaria e a ilustração.

 

 

Partilhar conteúdo: