Santuários

Renée Gagnon


Fundação Eugénio de Almeida © Luísa Ferreira

 

Abertura a 17 de julho de 2021
Curadoria de Manuel Costa Cabral
Centro de Arte e Cultura, Piso 2

De terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00
Encerra à segunda-feira, dias 25 de dezembro e 1 de janeiro

Dias 24 e 31 de dezembro, das 10h00 às 13h00

Entrada livre

 

ATIVIDADES PARALELAS

Visita guiada com a artista Renée Gagnon e João Pinharanda
20 de novembro | 12h00
Entrada livre

_____

Renée Gagnon, artista canadiana a residir em Portugal há várias décadas, apresenta nesta exposição fotografias de grande formato representando antas irlandesas, bretãs, holandesas e portuguesas. Sobre cada fotografia (que edita e prepara com transformações por vezes subtis), a artista usa com gestos precisos guache, lápis, aquarela. Frente às fotografias e ao território cujo mapa emana deste corpus não exaustivo de 21 peças, Renée Gagnon transforma, aprofunda, inventa, clarifica. Passo a passo (e esta exposição deu muitos passos e sentiu muitos compassos de espera), ao longo do processo, cada uma destas representações de um objeto real se foi transformando num exercício de ficção. Ou talvez o seu exacto contrário. Os céus que podemos ver em cada fotografia corresponderão ao do dia registado, com a sua luz, sombra, nuvens? Ou serão sempre muito outros, tanto quanto o trompe-l’oeil tecnológico permita?

______

Renée Gagnon
Nascida em Montreal, Canadá, vive e trabalha em Lisboa, onde se fixou em 1970. As últimas décadas da sua vida foram dedicadas ao cinema, na área da distribuição, tendo-se especializado em cinema africano. Formada em Pintura pela Escola de Belas Artes de Montreal e pela Escola do Louvre em Paris.

Desde 1976, assinou diversas publicações, participou em sete exposições individuais, de Faro a Zurique, e mais de dez coletivas. Os seus trabalhos estão representados nas coleções da Fundação Calouste Gulbenkian, na Fundação Júlio Resende, na Caixa Geral de Depósitos, na Secretaria de Estado da Cultura, na Valor Sul Lisboa, na Presidência da República de Angola e na Câmara Municipal de Luanda e Lobito.

 

 

PROGRAMA INAUGURAL
17 de julho

12h00 | Visita guiada com a artista

Participação gratuita e limitada a 5 pessoas por visita, mediante inscrição prévia através do email servicoeducativo@fea.pt ou do telefone 266 748 350

 

16h00 | Renée Gagnon conversa com Manuel Calado

Arqueólogo e especialista em antas, menires e outros santuários
Entrada livre

 

 

DESCARREGUE ABAIXO A BROCHURA DA EXPOSIÇÃO

 

 

Partilhar conteúdo: