3 Scherzi 4 Strata

 

No contexto da exposição Strata, de Deanna Sirlin, convidámos criadores para desenvolverem objetos de criação a partir do material expositivo. As linhas, as cores e o enquadramento das vinte janelas do Centro de Arte e Cultura ocupadas pela instalação da artista norte-americana foram os pretextos deste diálogo que interroga, ocupa e explora a materialidade da exposição. Nuno Veiga (vídeo e som) e Ana Silva (dança) desenvolveram em residência criativa a trilogia de videodança de que hoje lançamos o primeiro objeto. Três scherzi breves com os quais os criadores habitam e ressignificam a exposição, dando-a a ver no suporte híbrido da videodança.

 

#1 Lines   #2 Lights   #3 Screens
   

 




NUNO VEIGA

Artista multidisciplinar e professor de ensino artístico. Licenciado em Estudos Teatrais pela Universidade de Évora. Em Portugal, trabalhou como ator com encenadores como Luís Castro, Ricardo Pais, Nuno Carinhas e Jorge Fraga. Em 2010, ruma a Londres onde vê exponenciar o caráter multidisciplinar do seu trabalho colaborando com diversas companhias e instituições, das quais evidencia Rambert Dance Company, University College London, London College of Fashion, Young Vic, Royal Academy of Dramatic Art, Soho Theatre, Knot Theory, Hide Tide, Theatre Absolute e Battersea Arts Centre.
Lecionou em múltiplos estabelecimentos de ensino em Portugal e Inglaterra e dirigiu projetos artísticos com grupos de contextos diferenciados, nomeadamente com adultos com dificuldades na aprendizagem. Na última década tem desenvolvido trabalho como artista sonoro na área do teatro, dança, cinema e instalações com vários encenadores e coreógrafos, entre os quais destaca José Neves, Américo Rodrigues,Yola Pinto, Amélia Bentes, Paulo Filipe Monteiro, Silvia Pinto Ferreira, Romulus Neagu, Miguel Altunaga Verdecia, Jordan Bridge, Luca Bracia, Zjana Muraro, Darren Ellis, Susan Kempster, Anastasia Papaeleftheriadou e Robert MacNeill entre outros.
Em 2015 e 2016, trabalhou como Sound Designer e consultor para o “Edinburgh International Festival”. Como improvisador sonoro, tocou em dezenas de concertos e envolveu-se em vários projetos, tendo trabalhos discográficos editados em Portugal, Reino Unido, Itália e Alemanha.
Participou na edição de 2020 do “Lisboa Soa” com Yola Pinto com a performance “Uníssono”.
Desenvolve também trabalho como vídeasta, tendo os seus trabalhos sido apresentados em diversos festivais internacionais.
É Artista Associado do Teatro Viriato.
https://en.nunoveiga.org/

 

ANA SILVA
Nascida em 1998 em Vila do Conde, distrito do Porto. Em 2013 iniciou os seus estudos em danças urbanas. Em 2017 mudou-se para Lisboa para se formar em dança, na Escola Superior de Dança.
Em 2018 fez um estágio na peça “Um Vale do aqui” de Daniel Matos para a companhia CAMA e em 2019, para uma reposição da peça, fez assistência de ensaios da mesma.
Em 2019, participou no projeto “Para uma TIMELINE a haver” de João dos Santos Martins e Ana Bigote. Ainda em 2019, fez assistência de ensaios para as peças “Um fio de ar” de Amélia Bentes com estreia no Castelo de S. Jorge e “FIT(IN)” de Yola Pinto e João de Brito estreada no Teatro S. Luiz.
Em 2020 iniciou um estágio na Companhia Olga Roriz.
No mesmo ano foi intérprete da criação “Seis meses depois” de Olga Roriz no Cineteatro Louletano e interpretou as peças MaisMar (2019) e IGNIS (2020) de Amélia Bentes, estreadas respetivamente na Biblioteca Municipal de Marvila e no Rooftop Dance Festival.

 

______________ 

 

FICHA TÉCNICA

3 Scherzi 4 Strata
Projeto de criação de videodança no contexto da exposição Strata, de Deanna Sirlin

Curadoria
José Alberto Ferreira

Realização
Nuno Veiga

Performer
Ana Silva

Coreografia
Nuno Veiga e Ana Silva

Música
#1 Lines - Filipe Sousa / #2 Lights - Kate Smith / #3 Screens - Nuno Veiga

Grafismo
Equipa FEA

Produção
Centro de Arte e Cultura - Fundação Eugénio de Almeida

 

Partilhar conteúdo: