Entrepreneurs supported by Fundação Eugénio de Almeida #19

 

 

"O Centro de Inovação Social da FEA foi fulcral para o avanço do meu projeto e até diria mais - foi um impulso para a criação do projeto em si. Esta ideia inovadora apareceu quando me foi dada a oportunidade de participar num Bootcamp, em julho de 2021"

Iuliana Sirbu

 

De que consta o seu projeto, qual o impacto esperado e que resultados já podem apresentar?

O Move On é um projeto que visa promover um turismo mais inclusivo e inovador na cidade de Évora, através da criação de uma APP que funciona como um Guia Turístico Digital. Com esta APP o turista poderá planificar a sua visita ao seu gosto, tendo acesso a informações relacionadas com o património histórico-cultural de Évora, tudo isto em formato áudio e traduzido em + de 15 línguas!

Este projeto engloba na sua totalidade Transição Digital (PRR), na medida em que vai substituir de alguma forma guias turísticos reais por um guia digital e assim irá integrar Évora dentro das Smart Cities.

Um outro grande propósito desta iniciativa é incluir a comunidade migrante na sociedade, na medida em que eles terão um contributo fulcral no Move On, pois os áudios com informações sobre o património cultural de Évora serão gravados por eles, contribuindo assim para o reforço da importância e do sentido de pertença dos mesmos. 

Este projeto vai escalar Évora para outro nível, eu acredito nisso. Nós estamos a criar um projeto com valor tanto para a cidade e para os turistas, como também para os seus cidadãos e residentes. Imaginem só: uma APP criada somente por um conjunto de emigrantes! Isto é valioso.

Quando comecei a criar um modelo de negócio, que obviamente não era nada do que a Move On apresenta, eu não tinha nenhum propósito e nenhuma missão valiosa. Aliás, eu nem conhecia qual era a missão do meu projeto sequer! E só com o tempo, à medida que ia criando o projeto, descobri que este pode englobar mais do que uma simples APP turística. Percebi que posso fazer algo diferente e posso fazê-lo bem.

 

Em que medida foi importante o apoio com o CENTRO DE INOVAÇÃO SOCIAL da Fundação Eugénio de Almeida?

O Centro de Inovação Social da FEA foi fulcral para o avanço do meu projeto e até diria mais - foi um impulso para a criação do projeto em si. Esta ideia inovadora apareceu quando me foi dada a oportunidade de participar num Bootcamp, em julho de 2021, onde ocupei o 2º lugar conforme as votações do júri. Confesso que naquela altura não levei muito a sério a mudança que o meu projeto poderia causar ao ser implementado na cidade de Évora, pois eu participei neste Bootcamp só mesmo por interesse, para ver no que isto tudo ia dar. 

Depois, quando me foi proposta a oportunidade de incubar o meu projeto, eu nem fazia ideia do que me esperava a seguir, mas eu fui. Andei igual os cegos, até que achei o verdadeiro propósito da minha vida - empreender. Hoje estou aqui, a desenvolver uma iniciativa que me exige grande responsabilidade e dedicação e sei que este projeto é capaz de mudar a vida de muitas pessoas de todo o mundo.

Na FEA comecei a entender como funciona o mundo do empreendedorismo e percebi que é muito trabalho de investigação e ação. Modifiquei várias vezes o projeto inicialmente criado, mudando o modelo de negócio outra e outra vez. Estava muitas vezes confusa e com dúvidas, não sabia o que fazer nem por onde começar.

A FEA mudou a minha visão sobre o sucesso e sobre o que é ser uma pessoa de sucesso: é primeiro fazer algo de valor para os outros e só depois receber o retorno do teu trabalho. Pois no início eu só queria alimentar o meu ego relacionado à ambição e ao sucesso profissional.

Todas as pessoas que conheci e com as quais ainda tenho contacto na Fundação, tornaram-se os meus amigos. Eles deram-me forças e impulsionaram-me para seguir em frente. Sempre estiveram ali para me ajudar e apoiar. Eu sou-lhes muito agradecida pela oportunidade que me deram em fazer parte do mundo deles. O caminho que percorri na FEA tornou-me uma pessoa mais responsável, mais ciente e mais confiante no que se refere ao sucesso que posso alcançar e mais do que isso - abriram portas para o meu projeto poder mudar e inovar a sociedade em que vivemos.

 

Quais os próximos passos previstos para continuar a mudar positivamente o mundo?

Sempre fui adepta da ideia de que podemos viver felizes num mundo mais belo. Évora é bela, mas esta beleza não é transmitida aos que a visitam da forma mais eficiente. Eu diria mais - nem os nativos dessa terra conhecem sequer o tesouro valioso que têm. Nem eu o conhecia até me envolver em toda esta jornada do empreendedorismo.

Não sei se já repararam como uma pequena história é capaz de mudar a forma como olhamos para um certo objeto/criação humana? Bem, é isso mesmo o que eu quero fazer. Expor a beleza que eu consigo captar com os meus olhos, para os olhos dos que vêm visitar a nossa cidade alentejana. 

Vamos expor a riqueza da cidade através da criação de áudios com várias histórias fascinantes por detrás. Portanto, o primeiro passo a ser feito da minha parte, é percorrer o caminho de um turista e entender a forma como este gostaria que lhe fosse transmitida verbalmente a história de uma localidade.

Para vivermos num mundo feliz, temos de aprender a ver a beleza onde ninguém a consegue ver e partilhá-la.

 

Face ao momento tão desafiante que vivemos, quer deixar uma mensagem para a nossa comunidade?

Sim, quero e quero transmitir o seguinte: acredita em ti. Não olhes para quem te tenta desviar do caminho e te diz que isso não vai dar certo. Vai. Se tu acreditas em ti, nada vai tirar o sucesso que te pertence. Mas lembra-te que para ter “algo” na vida, seja uma relação harmoniosa ou abrir um negócio, tens que te tornar obrigatoriamente em “alguém”, mais precisamente, naquela pessoa que tem aquilo que tu queres. O que esta pessoa faz todos os dias? Como ela pensa, como ela age? Desenvolve em ti estes hábitos e atitudes e vais ver como o caminho para o sucesso será mais facilitador.

Tudo é um jogo de pensamentos e emoções que influenciam as tuas ações e decisões. Se dizes que não és capaz, então desculpa meu amigo, mas vais ter que desistir do teu sonho. Ao início é complicado, pois aparecem muitas fronteiras que nos paralisam na realização dos nossos sonhos e um desses obstáculos é o medo. E eu digo-vos uma coisa que fui percebendo nesta jornada: o antídoto mais poderoso contra o medo é a ação. Ao começar por “fazer” algo direcionado ao teu objetivo, vais perdendo o medo.

Há dias, ouvi a entrevista de um senhor que disse: nos tempos de crise, uns choram e outros vendem guardanapos na praça e ganham dinheiro. Isto fez-me refletir muito… Este comentário ilustra muito bem que a ”mentalidade” de um indivíduo, leva-o ou para o caminho do sucesso, ou para o caminho das infinitas frustrações.

 

Para saber mais:

Email:sirbu.iuliana13@gmail.com

Partilhar conteúdo: