Performance como desenho, desenho como performance

 

18 de maio | 21h30

M. LOHRUM
Before this White: Distant Echoes


M. Lohrum cria um desenho performativo específico de site em resposta à memória histórica do local da exposição, que era uma masmorra durante a época da Inquisição. A artista explora o som, o gesto, a ação física e a marcação usando um objeto com conotações de aprisionamento, como uma ferramenta de desenho não convencional e libertadora.


M. Lohrum é uma artista londrina que trabalha atualmente com desenho, performance e vídeo. Nasceu nas Ilhas Canárias (Espanha), onde se formou em Belas Artes (2013) na Universidad de La Laguna, alcançando o prémio de licenciada mais notável em Belas Artes. Mais tarde, estudou dois anos no mestrado em Belas Artes, no Central Saint Martins (2015-2017), onde desenvolveu em profundidade as suas competências nas áreas de vídeo e desenho performativo.

Nos últimos anos, participou em exposições coletivas internacionais importantes como, We Take no Responsibility (2017, Copenhague, Dinamarca), Badenfahrt 18 (2017, Baden, Suíça), Topografia Complexa, Movimento e Mudança, integrada no Trienal de Setouchi no Jardim Ritsurin (2016, Takamatsu, Japão) e várias participações nos programas What is an Art School?, Studio Complex e Come Together, com curadoria de Alex Schady em colaboração com a Tate Exchange (2017, 2018 e 2019, Tate Modern, Londres, Reino Unido). O seu projeto "Re-Thinking the Trace", baseado no desenho performativo e especificidade de site, foi exibido durante 2018 e continuará ao longo de 2019, no "Red de Espacios TEA" (Tenerife Espacio de las Artes). Participou também nos programas de residência artística D2P Residency (2018, Brighton, Reino Unido), Sample Micro-Residency (2017, Central Saint Martins, Londres) e Tokyo Geidai Residency (2016, Tóquio, Japão).

 

Entrada livre

Partilhar conteúdo: