Mais de 70 pessoas participaram no III Fórum para a Coesão e para Inovação Social

No passado dia 24 de Novembro, a Fundação Eugénio de Almeida promoveu o III Fórum para a Coesão e para a Inovação Social.


A abertura esteve a cargo de Eduardo Pereira da Silva, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Eugénio de Almeida, que abordou a questão da importância da inovação para uma melhor resposta às necessidades sociais dos territórios e para a sustentabilidade das organizações, tendo sempre em conta a missão das organizações.


A conferência inaugural, Missão e Sustentabilidade das Organizações, foi efetuada por Eduardo Graça, Presidente da CASES – Cooperativa António Sérgio para a Economia Social, tendo realizado um vasta viagem pela história da economia social, alertando para a diferença entre lucro e excedente, e também para a necessidade do trabalho em rede, da inovação e dos valores institucionais de cada organização.


Seguiu-se o primeiro Painel sobre Impacto e Investimento Social com as intervenções de Rafael Drummond do Grupo Português de Impacto Social e de João Santos do Grupo de Trabalho Português para o Investimento Social, que realizaram um breve up-date do trabalho desenvolvido por estes grupos e dos desafios futuros.


No segundo Painel foram apresentadas as incubadoras de negócios sociais da Fundación Maimona, por Alejandro Rainner e da Fundecyt, por Maika Diáz, painel este que foi moderado por Vítor Barbosa, Presidente do NERE – Núcleo Empresarial da Região de Évora. Alguns modelos de intervenção de base local e estratégia regional foram apresentados e debatidos.


No terceiro Painel foram apresentados testemunhos de Negócios Sociais de Sucesso. Maria Joana Santiago e Tomás Coimbra, Presidente e colaborador da Associação BIPP, respetivamente, apresentaram o projeto SEMEAR que consiste num projeto de capacitação de jovens com dificuldades intelectuais e de desenvolvimento, mediante formação certificada facultada pelo Instituto Superior de Agronomia, entidade parceira do projeto, com o objetivo da integração no mercado de trabalho na área agrícola, na própria associação e noutras entidades; Ana Quintas, Presidente da Associação Vitamimos, apresentou o projeto Vitamimos que pretende combater a obesidade infantil através da educação alimentar das crianças. Sandra Silva, Coordenadora das Delegações de Lisboa e da Guarda e dos Negócios Sociais da Fundação S. João de Deus, apresentou o SPACE4U, um projeto de cowork solidário e o projeto ATRIUM HOSPITALIDADE que consiste numa residência universitária. Este painel foi moderado por Alexandra Correia, Coordenadora da Área de Apoio às Empresas da ADRAL – Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo.


Este Fórum terminou com a apresentação da Plataforma GEOfundos, pela gestora do projeto Sara Caetano, apresentando as funcionalidades e o potencial de identificação de fontes de financiamento proporcionado por esta plataforma.


Estiveram presentes mais de 70 representantes de instituições públicas e privadas a nível regional e nacional, entre os quais responsáveis da Santa Casa da Misericórdia de Évora, da Rurambiente, da APPACDM Évora, da SUÃO – Associação de Desenvolvimento Comunitário, da Associação Terras Dentro, da CIMAC, da GARE, da Santa Casa da Misericórdia de Redondo, da Associação de Desenvolvimento Rural de Lafões, do Instituto de Emprego e Formação Profissional, entre outros.

QTS_IIIFÓRUM_1 QTS_IIIFÓRUM_2

QTS_IIIFÓRUM_3 QTS_IIIFÓRUM_4

QTS_IIIFÓRUM_5 QTS_IIIFÓRUM_6

QTS_IIIFÓRUM_7 QTS_IIIFÓRUM_8

QTS_IIIFÓRUM_9 QTS_IIIFÓRUM_10

Partilhar conteúdo: