Finanças Éticas e Solidárias em debate na Fundação Eugénio de Almeida

A Fundação Eugénio de Almeida, em parceria com a FESCOOOP promoveu no passado dia 22 de Março o Seminário Finanças Éticas e Solidárias ao Serviço do Bem Comum, no qual participaram cerca de 30 técnicos e responsáveis de distintas organizações regionais e nacionais.

Este Seminário teve inicio com uma intervenção da Senhora Secretária Geral da Fundação Eugénio de Almeida, Dr.ª Maria do Céu Ramos, a qual sublinhou a importância da iniciativa para promover a transferência de conhecimento, a consciencialização regional e o envolvimento regional sobre este tema.

João Gil Pedreira, Presidente da FESCOOP, apresentou detalhadamente o percurso desta organização nacional que mobiliza mais de 100 cooperantes, institucionais e individuais, e apresentou também este movimento global com particular enfoque na Europa, apresentando ainda caos de sucesso e boas práticas. João Gil Pedreira, sublinhou a importância dos valores que norteiam este movimento, nomeadamente o propósito ético e solidária claro (a nível ambiental, cultural e social), a transparência, o modelo de governação democrático, a promoção de circuitos económicos curtos e a proximidade às comunidades. Na sua apresentação, o Presidente da FESCOOP referiu-se ainda às várias possíveis estratégia para implementar uma banca ética e solidária em Portugal, realçando as experiencias e diversas plataformas europeias nas quais a FESCOOP participa.

Neste Seminário existiu ainda espaço para que a Fundação AgaKhan, a SEA, a ANIMAR e a CELTUS pudessem apresentar a sua experiência concreta no desenvolvimento de iniciativas de microfinanciamento, empoderamento e mobilização da comunidade, de dinamização de redes e de promoção conceptual.

Por último, decorreu um workshop no qual foram constituídos dois grupos de trabalho que trabalharam a Avaliação de Impacto, a mobilização do Ecossistema Regional, a Adequação dos Instrumentos de Financiamento e a Ação Diferenciada no Terreno, no que diz respeito às organizações da economia social na região de Évora.

Para a Fundação Eugénio de Almeida, este foi um primeiro encontro bem-sucedido sobre este tema, contribuindo desta forma a para a partilha de conhecimento e de rede.

 

 

Partilhar conteúdo: