ESCOLA DE VERÃO DE VOLUNTARIADO – FUNDAÇÃO EUGÉNIO DE ALMEIDA

30-06-2010

 

A convite da Fundação Eugénio de Almeida estiveram em Évora nos passados dias 30 de Junho 1 e 2 de Julho, no âmbito da primeira edição da Escola de Verão de Voluntariado (EVV), nomes como José Carlos Fajardo (Solidarios para el Desarrollo), András Tóth (Centro Europeu de Voluntariado), Andrea Raanard (Volunteering England) ou Lluc Martí (Youth IAVE).

 

Noticia_EVV1
 
Noticia_EVV2


Esta iniciativa ímpar, que reuniu também outros oradores e dinamizadores nacionais, trouxe ao conhecimento do público português diferentes e enriquecedoras perspectivas sobre o voluntariado, com um ponto em comum, a preocupação pelo carácter de excelência inerente às diferentes formas de promoção do voluntariado apresentadas.

Na sessão de abertura, os intervenientes foram unânimes em realçar o valor e a utilidade da iniciativa. Cláudia Sousa Pereira, Vereadora da Câmara Municipal de Évora, realçou “o facto de a FEA ter agora uma Escola de Voluntariado quer dizer que há experiência, conhecimento sobre o voluntariado, interesse em passar esse conhecimento e em criar novo conhecimento”. Nas palavras do Cónego Eduardo Pereira da Silva, Presidente da Fundação Eugénio de Almeida a primeira iniciativa da Escola de Verão de Voluntariado representa “um projecto inovador e dinâmico de envolvimento e troca de experiências entre voluntários, técnicos e instituições, que estou certo terá a sua continuidade”.

As apresentações realizadas no dia 30 de Junho dedicadas ao tema Cooperação Internacional e Voluntariado foram ilustradas com os exemplos do trabalho desenvolvido por entidades como a Esdime – Agência para o Desenvolvimento Local do Alentejo Sudoeste que há mais de uma década trabalha com o programa de Serviço Voluntário Europeu, o GASNova – Grupo de Acção Social, com sede em Lisboa que desenvolve missões de verão maioritariamente com jovens universitários e recém-licenciados em Portugal, Cabo-Verde e Moçambique, a Fundação Evangelização e Culturas, gestora da Rede de Voluntariado Missionário, composta por cerca de 50 organizações do nosso país, e a AMI – Assistência Médica Internacional, sobejamente conhecida pela intervenção ao nível da ajuda humanitária e missões de emergência.

O dia 1 de Julho foi dedicado à reflexão e troca de experiências em contexto de workshops e partilha de práticas que deram lugar a uma apresentação de conclusões em plenário.

Noticia_EVV3
 
Noticia_EVV4


No último dia dos trabalhos a sessão abriu com uma conferência proferida pelo Professor Luís Sebastião, da Universidade de Évora que sob o tema A Ética do Voluntariado: Uma Questão Educativa Global animou a audiência e a conduziu a uma reflexão sobre o estado da sociedade civil portuguesa e a necessidade de se encetar processos educativos que empoderem efectivamente quem deles participa. Algumas destas questões foram ilustradas no painel seguinte através de experiências inspiradoras que estão a ser desenvolvidas em Inglaterra e na Catalunha.

Com o Ano Europeu do Voluntariado em vista (2011) o último painel foi composto pela presidente do Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado, Dra. Elza Chambel e pelo representante do Centro Europeu de Voluntariado, András Tóth, que deixaram algumas propostas para a acção com base na Decisão do Conselho da União Europeia. Nas palavras da Dra. Elza Chambel “Participar no Ano Europeu do Voluntariado, será uma excelente oportunidade para voluntários, organizações promotoras de voluntariado, e as outras partes interessadas conseguirem uma maior visibilidade para a acção e, ver os seus esforços reconhecidos, de um modo muito mais alargado.”

Noticia_EVV5
 
Noticia_EVV6


A par dos momentos formativos em diferentes formatos (conferências, painéis temáticos, workshops e mesas de partilha de práticas) a EVV foi também pontuada por vários momentos de convívio que facilitaram os contactos e a troca de experiências entre os intervenientes e as várias dezenas de participantes, entre os quais voluntários, coordenadores de voluntariado e dirigentes de entidades de vários pontos do país. 

Noticia_EVV7
 
Noticia_EVV8



O investimento continuado da Fundação Eugénio de Almeida no campo da qualificação dos diversos agentes do voluntariado ganhou nesta iniciativa um novo formato, consensualmente aprovado por quem nele colaborou e de quem dele usufrui.

Procurando manter vivo o espírito da iniciativa e disseminar algum do conhecimento partilhado na Escola de Verão de Voluntariado, a Fundação Eugénio de Almeida disponibiliza agora, através do site do Banco de Voluntariado, os suportes audiovisuais das comunicações dos oradores que colaboraram nesta primeira edição da EVV.

PARA ACEDER ÀS COMUNICAÇÕES CLIQUE AQUI

 

 

 

 

 

 


 

Partilhar conteúdo: